Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORDEL (a partir da fabula a cigarra e a formiga)

Num dia longo de verão
A formiga a trabalhar
Avistou dona cigarra
Num galho de arvore a cantar

Com o inverno chegando
Era preciso guardar
A formiga se apressou
Comida para ela não ia faltar

Dona cigarra cantando
A formiga veio e alertou
O inverno está chegando
E você nem comida guardou

A formiga trabalhando
Carregava grãos pesados
A cigarra no caminho
Cantava alto nos galhos




Querendo que ela descansasse
A cigarra com a formiga falou
Amiga não se preocupe
O inverno nem chegou

Chegando o inverno
A formiga estava satisfeita
Trabalhou e se cansou
Mas fez ótima colheita

Com comida de sobra
Não tinha o que se preocupar
Mas a coitada da cigarra
Logo parou de cantar

Dona cigarra cansada
A fome já lhe afetava
Foi bater na porta de dona formiga
Que no verão lhe alertava


Amiga formiga me ajude
De fome estou apertada
De fato não lhe escutei
Ajude essa velha cigarra

Dona formiga a lembrou
Que no verão só cantava
Penso que não queria comer
Se quisesse trabalhava

No verão soube cantar
Com uma preguiça danada
Não se alertou em trabalhar
Agora dance animada

O moral dessa fabula
De várias formas é interpretado
Quem só se diverte e não trabalha
No futuro esta lascado

JP Eus
Enviado por JP Eus em 12/01/2018
Código do texto: T6223912
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JP Eus
Igaci - Alagoas - Brasil, 19 anos
20 textos (110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/18 10:19)
JP Eus