Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ALFÂNDEGA DO TEMPO NÃO LIBERA

Os encantos da bela juventude
Que a vida nos dá na mocidade
Robustez e firmeza agilidade
Os prazeres na sua plenitude
Faz um jovem fluir em atitude
Mas velhice é ruína onde impera
A saudade num trem que nunca espera
Na estrada da vida é sem parada
A beleza é a carga confiscada
Que a alfândega do tempo não libera

Mote: Antonio Alves
Glosa: Thiago Alves
A Arte de Thiago Alves
Enviado por A Arte de Thiago Alves em 15/04/2018
Código do texto: T6309255
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
A Arte de Thiago Alves
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 57 anos
134 textos (4657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/18 13:52)
A Arte de Thiago Alves