Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SALVADOR



Pintaram nosso Senhor
Com cores nada agradáveis
Nem mesmo muito saudáveis
Para quem gosta de brincar
Ter bom humor até ao orar
Porque para Deus devemos ser sisudos
Sérios demais, quase mudos
Bater no peito, com vontade de chorar

Deus criou o mundo e o homem
Mas deixou armada a arapuca
Para que o homem fundisse a cuca
Tentando entender este sadismo
De ameaçar sempre com o abismo
A quem distinguisse o bem do mal
Aplicando logo a pena capital
A quem se atrevesse no individualismo

Não se sabe como o mal conseguiu
Entrar no paraíso que era só pureza
E agir com tanta falta de nobreza
Contra o homem sob o escudo divino
Selando assim seu triste destino
De maneira nada elegante
Ao atribuir a serpente falante
A culpa por tal desatino.

Ainda dizem que é nossa salvação
O rigor do pai com seus filhos amados
Acariciando-os com o açoite e o cajado
Exigindo bajulação a todo instante
Sem esquecer de teme-lo bastante
Evitando assim castigos eternos
Como arder para sempre no inferno
Se ele se distrair e cortar o barbante

Ainda bem que veio Jesus
O filho bom do Deus irascível
Arrependido de sua obra incrível
Fiel a sua índole de fazer sofrer
Manda seu único filho morrer
E aplacar sua sede de mortes
E culpar a nós por mais este golpe
Luiz Lauschner
Enviado por Luiz Lauschner em 01/09/2018
Código do texto: T6436284
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Luiz Lauschner
Manaus - Amazonas - Brasil, 68 anos
479 textos (115638 leituras)
1 e-livros (101 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 23:37)
Luiz Lauschner