Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMIGO DE INFÂNCIA

(Em homenagem ao aniversário de 29 anos do Dudu – Eduardo Lima)

Amigo de infância é tipo a gente assim
A gente brinca, briga, se estapeia
A gente se xinga, se embola na areia
A gente jura vingança
Diz que perdeu toda a confiança
Mas tudo sempre fica bem no fim

Ao contrário do que os outros dizem
Pra a gente que é amigo assim
Não existe momento ruim
Tem aquele momento que um tá meio triste
Meio babão, meio chato, pidão
E fica dando aqueles faniquito, chilique

Parecendo que o mundo vai se acabar
E o pior é que pra gente, que tá ali
Do lado olhando, só dá vontade de chorar
Porque o problema do amigo é pequeno
Mas por mais que o sofrimento seja ameno
É uma dor que a gente não pode consolar

Era melhor quando em briga nóis entrava
E se estapeava, se machucava,
Corria, cá peste pra dentro de casa!
E nossa mãe brigava, e a gente chorava
A maior santidade, pra mãe da gente
Era sempre o que a gente contava

E o tempo foi se passando
Que é sempre o ele faz
Toda hora todo dia,
Nunca nos deixa em paz
Só pra ficar pregando peça
Nesse diário leva e traz.

Mas ainda somos amigos
E é essa a diferença que a vida faz
De manter pessoas queridas
Aqui, perto da gente, vivas
Essa é a maior glória dos Deuses
Ver que essa vontade Ele realiza

Esse foi mais um ano vivido
Um dos muitos que ainda hei de ter
E te abraçar todos os anos e saber
Que foi muito bom nossas mães se conhecer
Pra que em minha história
Meu amigo de infância tu pudesse ser

Graciliano Tolentino
22-10-2018
Graciliano Tolentino
Enviado por Graciliano Tolentino em 22/10/2018
Código do texto: T6482894
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Graciliano Tolentino
Bertioga - São Paulo - Brasil
207 textos (5891 leituras)
4 e-livros (334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 05:56)
Graciliano Tolentino

Site do Escritor