Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORDEL DO ZAQUEU

Entrando em Jericó
Cidade das afamadas
Aquela cidade antiga
Da qual ruíram as muralhas
Jesus em sua missão
Seguido de uma multidão
Tornou-a abençoada

Lá um homem pequenino
Um tal chamado Zaqueu
Desejava conhecer
Jesus, o Filho de Deus
Pra Roma cobrava imposto
Ele era o chefe do posto
Pra receber dos Judeus

Um homem muito odiado
E tido como um ladrão
Achavam que numa parte
O homem passava a mão
Cobrava mais que devia
Sendo de raça judia
Era odiado, então


Mas Zaqueu era humilde
Simples de uma tal maneira
Que para ver o Senhor
Subiu numa oliveira
Ele era quase um anão
Por causa da multidão
Subiu na azambujeira

Zaqueu, porém, não sabia
Que Jesus é onisciente
Por isso sabe de tudo
O que se passa com a gente
Jesus, frente a oliveira
Com aquela turba inteira
Parou imediatamente

Lá em cima da oliveira
Zaqueu foi surpreendido
Jesus se dirige a ele
Como se fosse um amigo
Disse: hoje vou ficar
Em sua casa pousar
Isto já está decidido





Desce depressa Zaqueu
Disse o Mestre de repente
Zaqueu com grande alegria
Desceu imediatamente
E o recebeu em seu lar
Numa alegria sem par
Feliz e solenemente

Jesus naquele momento
Despediu a multidão
Que, porém, não concordou
Com aquela decisão
Como que um homem santo
Ia dormir num quarto
Da casa de um ladrão?

Mas na casa, diferente
E com toda gentileza
Mostrando sua conversão
Quando estava já a mesa
Olha a fala de Zaqueu!
Metade do que era seu
Daria para a pobreza





E ainda disse mais
Se a alguém tenho roubado
Todos os que eu constatar
Devolvo quadruplicado
Tal era o poder de Deus
Operando em Zaqueu
Que estava transformado

Jesus dirige aos presentes
Com grande satisfação
Eu vejo que nessa casa
Houve hoje salvação
Para isso tenho vindo
Para que todo perdido
Faça a reconciliação
Nelinho
Enviado por Nelinho em 06/12/2018
Código do texto: T6520515
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelinho
Ipatinga - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
674 textos (141355 leituras)
1 e-livros (53 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/18 19:48)
Nelinho