Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ACHO QUE O MUNDO MUDOU
Não sei se o mundo mudou
Ou sou eu que estou mudado
Será que estou antiquado,
Parei e o tempo passou?
Talvez não tenha razão
Mas minha percepção
Me fala que estou certo
Tudo está de trás pra frente
É bicho que é quase gente
Que me deixa boquiaberto.
 
Quando eu era criança
Cachorro ia para o mato
O gato comia rato
Pra poder encher a pança
Menino ia para a roça
Ficava com a mão grossa
Pelo cabo da enxada
Cavalo levava carga
Homem só raspava a barba
Para as festas arretadas.
 
Hoje cachorro não caça
Gato só come ração
Cavalo em exposição
Agora já são de raça
Enxada para criança
Virou crime sem fiança
O peixe vive em aquário
Não se vende mais na feira
Barba do homem é na cera
Mudou o nosso ideário.
 
Eu não estou condenando
Quem sou eu pra condenar
O homem tem que mudar
Pois o tempo está girando
Eu só estou escrevendo
Porque o que estou vendo
Está muito diferente
O macaco não me engana
Não quer mais comer banana
Será que já quer ser gente?
 
E que viva a liberdade!
Nesses tempos de mudança
Que tenhamos esperança
Com muita felicidade
Que a vida tenha alegria
Com amor e energia
Esse é o grande preceito
Que venha a evolução
Com mais paz no coração
E abaixo os preconceitos.
JOEL MARINHO
 
 
 
 
 
 
 
Joel Marinho
Enviado por Joel Marinho em 14/01/2020
Código do texto: T6842023
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joel Marinho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Joel Marinho
Manaus - Amazonas - Brasil, 44 anos
876 textos (12136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/01/20 00:29)
Joel Marinho

Site do Escritor