Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RESUMO DA MINHA HISTÓRIA DE VIDA

Eu nasci em Panelas,
lá no Sítio Jundiá,
com três anos de idade,
comecei a estudar,
foi na carta de A, B, C,
onde comecei a lê,
aprendendo a bê a bá.

Depois veio a cartilha,
ai fui desenvolvendo,
cada dia que passava,
mais eu ia aprendendo,
a professora Terezinha,
hoje ela está bem velhinha,
mais ainda está vivendo.

Essa minha professora,
ela é muito simpática,
me passou conhecimentos,
pra viver os bons momentos,
estudei a tabuada,
aprendi a matemática.

Aquela turma de amigos,
já mais eu esquecerei,
era muita animação,
quando o ano terminava,
todo mundo se abraçava,
naquela festa animada,
da escola João XXIII.

O tempo foi passando,
a vida começou mudar,
chegou responsabilidade,
Também a necessidade,
pela manhã estudava,
a tarde pegava a enxada,
com meu pai ia trabalhar.

No domingo de manhã,
íamos nos encontrar,
nós tinha nosso campinho,
pra pelada ir jogar,
se juntavam eu e Geu,
Edmílson e Rafael,
Zé Maria Pedro e Vavá.

É muito bom recordar,
Mais o coração fere,
da escola todo dia,
estudava com alegria,
lá no sítio jundiá,
não tinha como estudar,
só fiz até quarta série.

A vida ficou difícil,
mas com fé a gente atura,
Meu pai sempre me ensinava,
a ser boa criatura,
tinha que lhe ajudar,
eu deixei de estudar,
pra trabalhar na agricultura.

No sítio a gente plantava,
mandioca, café e banana,
batata, milho e feijão,
cebola, cuentro e agrião,
dessa nossa saia nosso sustento,
para moer no engenho,
também nós plantava cana.

Toda semana a família,
cumpria sempre uma cina,
trabalhava no roçado,
Chegando a tardinha,
para dinheiro arranjar,
na quinta e sexta feira,
tinha que fazer farinha.

Essa vida era sofrida,
mas ninguém tinha vergonha,
lá na casa de farinha,
passava a noite todinha,
nós via o galo cantar,
para nos alimentar,
fazia um beju de goma.

Ai o tempo foi passando,
cheguei a maior idade,
lutando sem resultado,
fui ficando encabulado,
vendo o tempo passar,
eu pensei vou procurar,
um trabalho na cidade.

Meu pai vendo o sofrimento,
um dia ele me disse,
vou ficar bem sufocado,
mas quando você quiser,
melhorar a sua vida,
sendo com honestidade,
por mim está abençoado.

Eu fiquei emocionado,
com tudo que ele me disse,
doía só em pensar,
como ia nos separar,
indo pra cidade grande,
fui morar com meu irmão
na cidade do Recife.

Cheguei aqui na Capital,
comecei logo a lutar,
trabalhei num restaurante,
e num mercadinho popular,
mais sempre pedia a Deus,
que me desse muita sorte,
então ele me ajudasse,
um bom trabalho encontrar.

Com o tempo ingressei,
numa grande Companhia,
começando lá de baixo,
trabalhei na portaria,
Recomecei a estudar,
pra o tempo recuperar,
foi uma grande alegria.

Tive bons companheiros,
que sempre me incentivaram,
me ensinando a trabalhar,
continuei a estudar,
tive um grande incentivo,
minha vida foi mudando,
eu já estava trabalhando,
no setor administrativo,

veio um grande momento,
eu não esqueço já mais,
com minha vida melhor,
fui ficando convencido,
que já estava na hora,
de ajudar os meus pais,
como havia prometido.

Autor: Orlando Santos
Essa é uma parte da minha vida que passei, agradeço a Deus todo dia por ter a felicidade de hoje ser quem sou,








santosorlando
Enviado por santosorlando em 14/09/2020
Código do texto: T7063130
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
santosorlando
Recife - Pernambuco - Brasil, 56 anos
32 textos (654 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 14:13)
santosorlando