Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUZIA

Ah uma menina,
De uma delicadeza , e alma fina ,
Que chega inesperada,
Em minha vida pacata trazendo inspiração !

Pequenina e inteligente,
Simpática com toda gente,
Conversa  toda  contente ,
Com grande satisfação !

Em certo dia em um parquinho,
Apareceu um menino,
Muito aturdido, bancando o valentão.

Luzia foi logo dizendo , tenha calma e fale baixo,
Meu ouvido está doendo ,
Tenha um pouco de educação!
E para dizer a verdade  de lutas não tenho medo,
Já lutei com minha mãe e de três fui campeã.

A menina pequenina, tão quieta e tão franzina
Mas com a coragem tão grande que me chamou a atenção
O menino bem grosseiro  disse com grande irritação,
Minha brincadeira é de morte , sangue e destruição,
Sou triste , não tenho sorte ! E ninguém que me estenda a mão.

A menina então  diz : “ Deus me livre menino”
Vem brincar e tem compaixão
E a história se desenrola  com graça,
Ela sempre muito jeitosa
Com ar de superação!

A menina saiu formosa  e sem lhe dar muita atenção
Eu corri e dei nela um abraço
E pensei em cada ato desse fato e de toda comoção

Lembrei do nome Luzia,
E associei a nome de valor e boa reputação
A menina ainda hoje mora , com toda pompa e gloria
Nas lembranças que trago no coração.


Dedico à Luzia com grande carinho!
Thércia Lucena Grangeiro Maranhão 13/01/2021
Thércia Lucena Grangeiro Maranhão
Enviado por Thércia Lucena Grangeiro Maranhão em 13/01/2021
Código do texto: T7158929
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Thércia Lucena Grangeiro Maranhão
Crato - Ceará - Brasil, 41 anos
18 textos (285 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/21 00:31)
Thércia Lucena Grangeiro Maranhão