Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"GAIA" DE RAPARIGA

O cabra chegou apressado
Assim que o dia amanheceu
Entrou na casa da rapariga
E foi começando logo a briga
O homem então endoideceu
Estava visivelmente estressado

A mulher ficou logo sem graça
E muito nervosa pediu calma
Ele com seu dedo em riste
Disse logo não fique triste
Vá logo rezando pela sua alma
Antes que eu faça uma desgraça

Eu não admito o que você fez
Botando ponta na minha cabeça
É agora que o diabo vai se soltar
Se quiser pode gemer e até surtar
De agora em diante não esqueça
O que fez foi uma estupidez

O corno esbravejou sem parar
E já ia a rapariga esmurrando
Quando ela lhe disse peraí
Descasque o seu abacaxi
A gente está só namorando
Não venha querer me segurar

Chame sua esposa prá resolver
Pois com ela eu me entendo
Quero ver se é homem prá isso
De assumir nosso compromisso
Um par de "gaia" está tendo
Não vai querer sua mulher envolver

Você já botava "gaia" nela
Quando comigo resolveu viver
"Gaia" por "gaia" deixa prá lá
Melhor findar o teu blá blá blá
E vir logo pro quarto me comer
E acabar com toda essa balela

Enfim o brabo se arrependeu
E foi logo seus nervos acalmando
Dizendo a gente briga mas se ama
Vamos logo cuidar de ir prá cama
Antes que o outro chegue chamando
E a chama do tesão logo acendeu
Moacir Rodrigues
Enviado por Moacir Rodrigues em 23/02/2021
Reeditado em 23/02/2021
Código do texto: T7191305
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Moacir Rodrigues
Recife - Pernambuco - Brasil, 71 anos
2585 textos (48947 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/02/21 21:50)
Moacir Rodrigues