Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Sociedade na Era Digital

Hoje em dia internet é crucial
Para a vida e ambiente de negócios
Há empresas sem Sedes e sem sócios
Neste vasto ambiente digital
Lemos livros, revistas e jornal
E compramos de tudo que há no mundo
Qualquer tema, se simples ou profundo
Poderá, a rigor, ser aprendido
Qualquer área do mundo conhecido
Internautas exploram num segundo

Também é ambiente de prazer
Vemos vídeos, ouvimos musicais
Navegamos nas Redes Sociais
E podemos, pessoas, conhecer
Pra trabalho, pesquisa e pra lazer
É possível no mundo digital
Tem até o namoro virtual
"Navegar", para muitos, é mania
Alguns trocam a noite pelo dia
Quase nada mais é presencial

Não se pode negar a importância
Para o mundo, das Redes Sociais
Todos nós nos sentimos mais iguais
Para nós não existe mais distância
Mas nem todos possuem elegância
E a postura da boa educação
Qualquer tema que posto em discussão
Corre o risco de ser desvirtuado
Eu prefiro ficar quieto e calado
A entrar nessa louca confusão

Todo mundo quer ter protagonismo
Neste palco, sem regras, nem censura
Muitos perdem até a compostura
E ofendem com ódio e com cinismo
Não conseguem viver no pluralismo
Nem respeitam ideia e opinião
Acreditam ser donos da razão
Sem resquício nenhum de humildade
Seus achismos serão "sua verdade"
E jamais vão mudar de opinião

Estão chatas as Redes Sociais
Fake News têm status de verdade
Poucos pensam checar veracidade
Espalhando mentiras colossais
Uns se irritam com coisas tão banais
Se a verdade ferir a sua mente
E "cancelam" quem pensa diferente
Qualquer tema que venha a ser postado
Corre o risco de ser politizando
E virar uma briga permanente

Se alguém quer discutir ou comentar
Sobre um tema que alguém tenha postado
Deverá, por respeito e com cuidado
Refletir, ler com calma e interpretar
Pois a ânsia e a pressa de postar
Muitas vezes ofende outra pessoa
Que ofendida, revida e não perdoa
E aí, tem início uma revolta
Pois palavra atirada, vai e volta
E assim, ao voltar, também magoa

O Brasil está tão polarizado
Que esqueceram conceito de Nação
Tolerância, respeito e união
Exigindo de nós, pender pr'um lado
Ser de "Centro", hoje em dia, é arriscado
Corre o risco de ser  logo ofendido
Com o país cada vez mais dividido
Uns irão lhe chamar neofascista
Outros vão lhe chamar de comunista
E nas "redes" será um perseguido

E, assim, eu termino este poema
Perguntando a essa gente varonil
Qual o rumo que quer para o Brasil
Que há anos tá preso nesse esquema?
Não tolere qualquer conduta extrema
Se aproxime de quem for moderado
Não existe um país de cada lado
Mas, um só, que precisa de união
Não seremos, jamais, uma NAÇÃO
Se esse ódio não for erradicado
Edmilton Torres
Enviado por Edmilton Torres em 05/05/2021
Código do texto: T7248403
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Edmilton Torres
Pesqueira - Pernambuco - Brasil, 65 anos
418 textos (21385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 11:14)
Edmilton Torres