Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A flô e o astro rei

A fulô dromi fexada
Nu frescô daqueli orvai
Suas peutlas intrilaçada
Niuma nu xão ci cai
Nu cauli istá grudada
Inté qui vem a madrugada
Quandu infim o Sór já sai.

qui sai quenti lá no monti
Para isquentá éça fulô
Pegu a água lá na fonti
I vô regá-la cum amô
O Sór cuntinua subindu
Quandu ta quenti tinindu
Da sombra tenhu u fescô

É o astru rei isquentanu
É a fulô infeitanu as vizão
É tudu na natureza
É as beleza du sertão
Sem a fulô era um vaziu
Sem o Sór era só friu
I tombém a iscuridão.
sabiadamata
Enviado por sabiadamata em 10/11/2007
Código do texto: T731470
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sabiadamata
Barra da Estiva - Bahia - Brasil, 69 anos
21 textos (8838 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 01:07)
sabiadamata