Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lenda da Amizade

Lenda da Amizade
Tere Penhabe
 
Dizem que houve no mundo
há muito tempo passado
um vendedor de sorrisos
que ofertava o seu legado
batendo de porta em porta
onde a esperança era morta,
e sempre bem humorado.
 
Por anos e anos a fio
sobreviveu desse feito
sustentou sua família
sem no emprego por defeito
mas vieram tempos bicudos
todos ficaram sisudos
e o vendedor insatisfeito.
 
Sob o sol tão escaldante
caminhava sem parar
não encontrava ninguém
para um sorriso comprar.
Foi então entristecendo
já estava quase morrendo
quando alguém o veio salvar.
 
Foi uma linda garotinha
de cabelinho aloirado
que não entendia esse mundo
e quis ver tudo mudado.
Venho aqui pra lhe propor,
disse ela ao vendedor
negócio bom pro seu lado.
 
Ninguém mais compra sorrisos
sei que está desempregado
não quero lhe ver morrer
tão triste e desanimado.
Ouça-me com atenção
 tem que ser com o coração
porque senão dá errado.
 
Você me dá um sorriso
nem precisa caprichar
em troca, eu venho aqui
e pra sua casa enfeitar
trago flores e alegria
por enquanto uma vez por dia
mas podemos negociar.
 
Se me der mais um sorriso
dessa vez bem caprichado
eu pego na minha casa
um pouco do meu guisado
para a sua fome matar
que pra mim não vai faltar
se concordar, está fechado.
 
Os olhos do vendedor
na face já encovada
brilharam com alegria
pois a fome era malvada.
Ele deu tanto sorriso
muito mais que era preciso
e a amizade foi criada.
 
Sairam no povoado
os dois juntos, de mãos dadas
estavam muito felizes
ambos de almas lavadas.
Foi fácil contagiar
toda a gente do lugar
a amizade foi propagada.
 
A partir desse entrevero
ninguém mais ficou sozinho
quando alguém necessitava
socorria algum vizinho.
Sorriso é que não faltava
porém não mais precisava
pagamento por tal mimo.
 
Não vou entrar em detalhes
mas o demônio é esperto
andou sondando a tal vila
deixou um secretário perto
para destruir a alegria
não deixar que essa magia
da amizade desse certo.
 
Mas a menina, era um anjo
providencial companhia
que alertou a todo mundo
pra preservar a alegria
não alimentar rancor
ser súdito só do amor
sempre renegar a ira.
 
Aprenderam a tal lição.
E para ninguém esquecer
providenciaram um acordo:
- Quando alguém entristecer
não espere ser chamado
seu sorriso é rico legado
prenda para oferecer.
 
Muitos séculos depois
esse acordo ainda se mantém
quando amigos se reúnem
é a alegria que convém
e se um deles se exaltar
xingar ou quiser brigar
um sorriso sempre vai bem.
 
Nós tivemos aqui em Santos
comemoração da amizade
esse sentimento bonito
do qual nós fazemos parte.
E não duvidem da lenda
nem precisava legenda
sorriso é nosso estandarte.
 
Santos, 02.12.2007
www.amoremversoeprosa.com
Tere Penhabe
Enviado por Tere Penhabe em 04/12/2007
Código do texto: T765194

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tere Penhabe
Santos - São Paulo - Brasil, 63 anos
252 textos (26646 leituras)
5 áudios (605 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 03:34)
Tere Penhabe