Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EXPONDO SEM PROFISSIONALISMO, MAS FRANCAMENTE.

A vida é uma caixa de surpressas, inexplicavel e pouco explorada, mas de um valor sem igual, se entende comumente ter um inicio e jamais ter um final, é claro exclusivamente para os seres humanos, que são compostos de alma, corpo e espirito, e é explicado e aceito de varias maneiras dentre todos e em epocas, locais e culturas, etc; se coloca, entende, acredita, compreende, expõe ou impõe dentro de uma inumeravel e diferente definição, deixando uma lacuna clara da ignorancia e o explicito e pequeno conhecimento de algo que usufluirmos desta realidade, e está em todas as coisas e em tudo algo universal tão cheia de variedades e propositos diferentes sendo algo impossivel de ser dominado ou se relacionar perfeitamente parecendo ser de uma condição divina ou parte do proprio Deus eterna, e isso independente de crenças ou condição religiosa, todos sem exceção, são exploradores e cheios de desejos conscientes ou incoscientes, atuantes ou indiferentes, todos os seres humanos são dotados de um enorme vazio pelo o fato da excluzividade racional de terem compreenção e conhecimento sobre está maravilha disponivel sem restrições e tão variada em suas colocações conhecida pelo o vocabulo vida, life, e tantos idiomasexistentes, uma real se movimenta entre extremos tão opostos, tais como: de uma simplicidade e clareza tão notoria a uma oculta e misteriosa definição, dai podemos argumentar juntos tantas e contrarias conclusões rigorosas e ditas como exatas; sim a vida. Na verdade eu apenas estou divagando neste comentario na intenção sincera e humilde como um ser limitado e ignorante em aspectos tantos, somente lhes estimular sobre algo tão lindo e magnifico, para quem sabe instingar aos muitos e mais condicionados a acrescentar e expor novidades sobre a questão, para em uma escola livre e aberta a todos sem a louca e bruta disputa nos quesitos, religiosos, culturais, morais, intelectuais, economicas entre tantas e diferentes condições, apenas como iguais nos incontestaveis fatores, sermos humanos, com virtudes e limitações, ter o mesmo destino nascer viver e morrer, de forma alguma poder declarar superioridade ou inferioridade, mas apenas diferenças e coincidencias no tocante a natureza; assim podemos juntos sem discriminação e com respeito mesmo que não aceitando coisas que são contrarias ao nosso entendimento, somente abertos para reconhecer que não temos direito ou poder de julgar em nenhuma ipotese, pois no que temos outros não tem, e do mesmo modo, não temos aquilos que outros tem, para alguns coisas inaceitaveis se tornam abominaveis, mas para outros são comuns, posso definir esse conceito com uma frase dita por um piscologo florence, para explicar a aceitação mundial de um filme sobre a violencia crua e insana entre habitantes de periferias;assim: O comportamento das pessoas não são resultados do carater, mais da situação no qual elas se encontram, talvés muitos discordem desta expocisão, mas isso não vem ao caso, deixe sua compreenção expresa sobre a questão para analisarmos e aprendermos mais; mas minha argumentação é apenas para sermos mais senciveis e analizadores sem querer punir ou mudar aqueles que não tem o mesmo posicionamento e os mesmos comportamentos que os nossos, apenas olhe para aquele igual a você em natureza um ser humano como uma exposição de vida ainda que sua maneira de usa-lá seja tão abominavel para você, olhe com olhos senciveis e veja o que é valoroso ali, mesmo que você também possa ser tão inaceitavel para outros, todos usufluem gratuitamente sem nenhum merito ou direito pessoal, mas doada para todos e tudo de uma maneira inalcansavel ou explicavel, a vida; agora olhe medite e responda para si mesmo: quando ela começou em ti, e quando ela vai terminar? não tenha presa em responder, use com tranquilidade o maior tempo sem limites, se interiorisando sem interferencia religiosa, cultural, material, intelectual, racial, sexual, não nada seja o seu mentor para responder tal pergunta, apenas você, sinceramente indidualmente sem a preocupação das criticas ou aceitação, livres abertos como você eu e todos somos e podemos viver.
Está atitude é saudavel e revigorante em todos os aspectos, mesmo que pareça ou seja desconhecido, ignorado, desenteresante, ou muitas tantas opiniões, sejam negativas ou positivas, todos sem exceção ou possibilidade de contestar, negar, argumentar, não acreditar, ser totalmente contra até se preciso agredir matar usar recursos destruidores e sem limites, para fazer prevalecer suas opniões e imutaveis possições sobre está questão, simplesmente sem parecer radical usando de um radicalismo e doentio argumento religioso, mas numa exatidão soberana e acima de tudo e todos, que nos da o direito de dizer que a vida é algo dado e elaborado por um Deus, que para tantos e varios tem seus seguros e irrevogaveis compreenções, até para os que se mostram radicais e defensores a qualquer custo, os ateus, satanistas, naturalistas, cientistas, eruditos, precisos com evidencias historicas, cientificas, tão exatas que são incostestaveis, conscios e seguros da inexsistencia de um Deus, sendo isto apenas uma condição mediocre e trazida pela pobreza emocional e uma debilidade que leva aos muitos de diversas maneiras e intencidade, na covarde e incapacidade de se encontrar, a criar um ser poderoso que resolve e os da uma realisação como compensação de uma existencia futil e frustantes no decorrer do tempo de vida; é claro que quando ficamos fixando tais argumentos sem duvidas, até o mais fiel e crente fica baqueado e inseguro, mas pode crer, numa boa, você que está me acompanhando neste comentario, quero deixar bem claro o que propus desde o inicio, isto não tem uma ideia ou base religiosa ou teologica, mas unicamente humana e sincera, havera um momento não se tem uma exatidão de quando ou exatamente como, toda a vida vai ter um encontro com aquele que é o autor, sustentador, doador, a fonte desta maravilhosa e tão complexa essencia chamada vida, posso usar um dito popular, conhecido: todos os caminhos levam a Deus; mesmo que os religiosos não concordem, é uma verdade de qualquer jeito ou modos que levamos nossa vida um dia ou momento teremos que acertar com aquele que nos presentiou graciosamente tal maravilha; e então podemos conversar numa boa sem sentimentos negativos, toxicos, ou odiosos, mesmo sendo livres e cheios de diferentes conceitos acerca de coisas tantas? mas apenas com uma disposição de sem negociar nossos valores, nos respeitarmos e apreciarmos mutualmente o fato de sermos iguais em natureza, humanos?
Afrânio Barbosa
Enviado por Afrânio Barbosa em 08/09/2020
Reeditado em 08/09/2020
Código do texto: T7058291
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Afrânio Barbosa
Betim - Minas Gerais - Brasil, 52 anos
22 textos (1244 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 17:51)
Afrânio Barbosa