Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDAO

A solidão é um sentimento feito vendaval alucinante que nos  arrasta inexoravelmente para  mares e oceanos da escura desilusão, envolvendo com a redoma da tristeza,  parece não haver saídas. Não se enxerga a luz no final do túnel, os sentimentos se confundem, o sol não brilha, a noite é sem fim, a realidade é fria, a dor é imperativa.
A expressão do olhar revela o que se passa n’alma, realçando o quão sombrio está o íntimo pela  sucessão de desencontros emocionais,  confinando à solitária da vida.
Assim prisioneiros de nós mesmos, sufocados pelo desespero, talvez o melhor momento  seja quando se consegue um desabafo através de uma lágrima, que desliza doída pela face, aplacando por breves instantes a sensação do vazio.
Quem consegue conviver com a solidão tornando essa inimiga a mais amiga das horas incertas, provavelmente sentirá menos os efeitos desse verdadeiro ciclone que mexe com todos os humanos sentidos. Todavia devemos ter sempre a esperança no amanhã, este mal pode ser debelado com a força interior que todos nos possuímos, mas quase nunca lembramos, ou exercitamos.
Se você sente solidão, olhe para o céu  e enxergue Deus,  aí reside sua força interior, que o levará para caminhos mais amenos, para revigorar o espírito e espalhar harmonia no viver. Sai pra lá solidão!

07/02/06
Andrade Jorge
Direitos autorais registrados
ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 08/02/2006
Reeditado em 26/11/2017
Código do texto: T109573
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1066 textos (92477 leituras)
27 áudios (1864 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 17:42)
ANDRADE JORGE