Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Casa



Agradavam-me os dias chuvosos e as doenças infantis que me faziam ficar em casa sem ir para a escola. A chuva, com seus cheirose e estrondos, a tarde anoitecida pelo temporal, o estalido seco do pingo no zinco, o frio, a cama, o cobertor, a mãe rondando os silêncios da casa vazia seriam as recordações de um futuro repleto de passado.

Os acontecimentos fluiriam lentamente, sugados pelo buraco do tempo por onde a areia desce vagarosamente na infância, e decidida e apressadamente, conforme chegam os anos e passa uma vida para dar lugar à outra. Tudo se define no tempo e se explica na recordação; flui do futuro para o passado através de um presente que vai tendo cada vez mais significado.

Fosse a chuva, a catapora ou um simples resfriado, o importante era não sair, era ficar ali infinitas vezes, até que aquela casa passasse a viver eternamente em meu coração.


Nagib Anderáos Neto
www.nagibanderaos.com.br





Nagib Anderáos Neto
Enviado por Nagib Anderáos Neto em 11/11/2008
Reeditado em 15/08/2016
Código do texto: T1278546
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nagib Anderáos Neto www.nagibanderaos.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nagib Anderáos Neto
São Paulo - São Paulo - Brasil
398 textos (96580 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/19 02:12)
Nagib Anderáos Neto