Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lettoria pt.1

Lettoria é uma cidade imensa e rica. É tão exótica e grande que quase chega a fugir do conceito de "cidade". Sua fundação data de mais de 700 anos. Ela era inicialmente uma cidade portuária. Havia sido fundada por um grupo de nobres que desejava construir um ponto de câmbio entre dois continentes separados pelo mar.

Com o passar do tempo Lettoria exerceu perfeitamente a função para a qual havia sido criada, o que a fez enriquecer a uma velocidade tremenda. Comerciantes de diversas partes do mundo instalavam-se em Lettoria acelerando ainda mais o crescimento da cidade. Há de se pensar que a tal velocidade Lettoria cresceria desorganizadamente, mas seus administradores planejavam com precisão a expansão dos horizontes de sua crescente cidade. Em 20 anos de existência Lettoria deixou de ser uma simples cidade portuária. Crescia fisica e culturalmente adquirindo uma identidade ímpar diante de tudo aquilo que já havia sido visto. Os mais sofisticados arquitetos foram contratados para desenhá-la. Os administradores exigiram um projeto gigantesco, exuberante, nunca presenciado em qualquer outro canto do mundo. Eles o tiveram. Fleppo Zanier, o chefe do grupo dos arquitetos, era um homem genial. Ele projetou o desenho de uma magnífica Lettoria. Uma obra tão grandiosa e imponente que apesar de todo o investimento para sua prévia finalização não foi terminada durante os anos de vida de seu idealizador. Zanier morreu, mas deixou para trás projetos para futuras expansões de sua obra-prima.

Lettoria crescia, enriquecia, tornava-se um ímã de gente, de história e de diversidade. Na festa de comemoração dos 150 anos de fundação o Arco Central, a região não-portuária mais importante de Lettoria e também  seu bairro mais antigo. O Arco Central era o ninho das maiores e mais influente organizações, universidades e escritórios de Lettoria, entre eles a Biblioteca Fleppo Zanier. O Arco Central era uma das obras cuja construção Zanier pretendia presenciar, porém ele não teve essa felicidade. Em homenagem deram ao maior prédio do Arco - a biblioteca - seu nome. Sua figura era digna de eternizar-se na história daquela cidade.
O Bardo Pesaroso
Enviado por O Bardo Pesaroso em 25/06/2009
Código do texto: T1666852

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
O Bardo Pesaroso
São Luís - Maranhão - Brasil, 29 anos
5 textos (56 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 08:48)