PRIMAVERA SEM BRISA

Lá onde o sol se deita surgiu um arco-íris
Sinal de que hoje não choveria
Segundo a aliança na época do dilúvio
Diz a igreja e nós acreditamos.
Porém quando não chove ai meu Deus!
É um calor tão grande que nos desalenta.
Lá onde o sol se deita surgiu um arco-íris
Por mais bonito que seja preferimos chuva.

As flores se queixam as folhas secas
Entapetam o chão quase sem cor
E da umidade nós sentimos falta
Porque toda cidade cobre-se de calor.
Porém com tudo isso a primavera
Chega com as flores por todos os lados
As cigarras começam a cantar
Completando assim o espetáculo...

Nossa cidade está sempre florida
Se olharmos em volta é toda colorida
Arborizada e linda! É assim nossa Brasília
A capital de todos os brasileiros,
Da esperança, onde os pássaros
Vêem saudar de janeiro a janeiro
E onde ainda sorriem as crianças.

Lá onde o sol se deita, hoje excepcionalmente
Surgiu um arco-íris enfeitando o céu
Para lembrar de uma aliança
Entre Deus e a natureza
E nós sentimos ainda mais falta da chuva
E da umidade nesta primavera
Embora florida e misteriosa.

Brasília, DF
25/09/2009