Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RITUAL

- Vento! Vento! Libera nossas almas e purifica nosso fogo! Os restos que ficam da fogueira são os nossos presentes à terra!
- Ritual poderoso esse teu, hein...? Funciona?
- Oh, mortal incrédulo! Não sentes a vibração do planeta nas tuas veias, indiferente ao teu ceticismo?
- Mais ou menos... É prá sentir agora?
- Criatura incrédula! Magnífico céu, com tuas nuvens e cores reluzentes! Rogo que faças penetrar na cabeça desse asno todos os segredos do teu poder!
- Putz! Agora me arrepiei. Tem versão curta? Tipo curta-metragem?
- Oh, insano! Zombas do mistério eterno e do conhecimento universal?!??
- Não tô zombando de nada... Tô curtindo.
- Milênios de cultura em apenas um momento. Conjunturas, encontros, misturas! Oh terra! Mostra ao pusilânime aqui, todo o esplendor da vida!
- Vai devagar, que eu tô meio enjoado...
- Estás sentindo o poder, afinal...!!!
- Não... É o Big Mac mesmo... Tá me dando um aperto atravessado...
- Oh, gases malditos! Afastem-se dessa área! Voltem para o inferno!
- Peraí, que eu não fiz nada... Ainda...
- Mulheres, crianças, protejam-se! Porque nós, homens, vamos correr pela colina...
- Como assim? Vamos dar no pé?
- Oh, cabeça de bagre! Essa tua dor e esse teu aperto são o resultado da tua pouca fé!
- Mas fé em quê...? Do que é que você tá falando?
- És cego diante da luz poderosa que transforma a dor em harmonia, perpetuando a verdade!
- Quer Coca?
- O sol, os planetas! Está tudo escrito! Alinhados, comandam nossa vida!
- Buurrp! Ops! Desculpe aí... Aaah, tô me sentindo melhor.
- Animais que urram na noite! Mostrem suas faces ao luar! Permitam que esse bicho homem evolua!
- Nossa! Você encarnou mesmo, hein?
- Jovens almas do silêncio, sigam as trilhas escuras da floresta e gritem o nosso nome ao alvorecer!
- Essa foi boa. Coca...?
- Bebidas fétidas! Sangue dos pobres homens que fugiram!
- Prá colina, certo?
- Carruagens rodopiando, puxadas por cavalos alados. Sagrado é o teu poder!
- Quer Coca ou não quer?
- Estão todos reunidos no sacrifício das dúvidas.
- Você sabe onde a gente deixou o carro?
- A natureza guarda o teu destino na caverna dos esquecidos!
- Putz...! Que frio aqui fora!
- O sentinela aguarda o momento de revelar as palavras do mestre aos que se dizem seus seguidores!
- E aí... Gostou do filme?
- Mais ou menos... Meio fantasioso. E aquele sacerdote? O que era aquela figura? Sei não... Meio esquisito... Me dá a Coca.
Rafael Zanette
Enviado por Rafael Zanette em 06/07/2005
Reeditado em 06/07/2005
Código do texto: T31596


Comentários

Sobre o autor
Rafael Zanette
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
52 textos (3768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/08/20 09:55)
Rafael Zanette