Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



COISAS DE NADA

               Engraçado como, às vezes,  a simples visão de uma coisa qualquer, uma coisa de nada, traz e volta à lembrança fatos, fotos, que assomam de repente despertando memórias que se achavam adormecidas.

                    Não posso ver um "Sonho de Valsa" que, de imediato, me lembro da Helena, prima que morava em Além Paraíba, cidade mineira que faz fronteira com o Estado do Rio e onde passei algumas de minhas férias mais gostosas. Foi ela quem deu-me o primeiro sonho de valsa numa das ocasiões em que estive por lá, daí a associação.

                    Pato um bicho não encontrado facilmente no movimento agitado das cidades, mas que se faz presente nos cardápios ou nas estórias infantis, me recorda a Hortência - uma outra prima que criava uma pata chamada "menina" - e atendia pelo nome! Como ela morava, e ainda mora, em Realengo, por extensão vem à tona toda a minha fase adolescente, época em que mudamos para aquele bairro. Um monte de novas descobertas: primeiros amores, primeiras decepções... em suma recordações deliciosas de coisas que deixaram muita saudade.

                    Abacaxi. Abacaxi está ligado ao Roberto, meu primo mais bonito, que aparecia de vez em quando para ir à praia quando morávamos em Botafogo. Não sei qual o motivo que o fez levar-me em sua companhia uma das vezes, já que não e comum um rapaz andar a tiracolo com uma garota magrela e sem graça como costuma acontecer às meninas em torno dos 12 anos - meu caso. Fomos à Praia Vermelha, bem pertinho, cheia de ambulantes vendendo talhadas de melancia e abacaxis para matar a sede dos banhistas. Ele comprou um e o devoramos por inteiro! Nunca um abacaxi me soube tão bem quanto aquele - uma doce mistura de areia e mar. Outras lembranças vêm somar-se a essa: passeios no sítio perto de Pau Grande (terra do Garrincha), cinemas, teatros, shows, algumas partidas de futebol no Maracanã... Eu saia muito com suas irmãs e o Roberto sempre costumava juntar-se a nós com a namorada do momento ou mesmo sozinho. O Roberto foi um ótimo filho, é um excelente irmão e sempre teve a família em grande estima. Até foi esperar-me quando da minha ida ao Rio em novembro passado.Apesar de estar com mais de 60 continua charmoso, e o filho é a cara dele quando rapaz - uma graça.

                    E por aí vai. Se eu fosse falar de todas as associações que me ocorrem, seria um nunca acabar e ninguém teria paciência para escutar tolices que só interessam a mim mesma.

                    Querem ver outra? O sabonete Dove líquido, qu está de volta como produto nacional, me lembra a Neli que certa vez deu-me um de presente. Desde então fiquei cativa... dos dois.


                                                  outubro - 1997





                    

 

 

 

HLuna
Enviado por HLuna em 24/02/2007
Reeditado em 24/02/2007
Código do texto: T391718
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
10449 textos (251404 leituras)
15 e-livros (992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 06:57)
HLuna