Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cidade dos Sapos

É também conhecida como a cidade da garoa, apesar de ser há algum tempo a Cidade dos Temporais, onde numa tarde pode chover toda a chuva de um mês inteiro. Mas hoje, depois de demorar o dobro do tempo para chegar ao local de trabalho, por conta do caos do trânsito, ouvi de um amigo gaúcho que esta é a Cidade dos Sapos. Ele sorri quando conto que o Parque do Ibirapuera já foi um pântano.

Choveu durante todo o dia, na avenida aqui em frente o trânsito de fim de dia, que sempre é complicado, vai lento. Penso que apesar de não ter galochas, é mais fácil ir embora a pé. Rio de mim mesma, há muito tempo não se usam mais galochas.

Esse mesmo amigo me chama dizendo que deve estar aparecendo o sol, porque o céu está de um rosa-alaranjado claro. Saio correndo do escritório. Olho o céu a procura de algum sinal do sol. Rio novamente, a cor do céu nada mais é do que o reflexo das luzes da cidade anoitecendo nas nuvens claras de chuva.

Continua a chover na Cidade dos Sapos, e eu me conformo em ser, assim como meu amigo gaúcho, mais um sapo.
Flávia Garcia
Enviado por Flávia Garcia em 26/02/2007
Código do texto: T394177

Comentários

Sobre a autora
Flávia Garcia
São Paulo - São Paulo - Brasil
1 textos (119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 07:31)