Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mateus calado

                   Mateus era o nosso alvo. Bullying na sala de aula, no pátio do recreio, na porta da escola. Entrada e saída. Ameaça verbal, psicológica, tirania, assédio... bullying, cyberbullying, neobullying... Nomeie-os e nós o fazíamos. Não o deixávamos falar nem participar de nada que fizéssemos ou deixássemos de fazer.
                  Ninguém nunca bateu nele, mas a hipótese o assombrava e a sensação de poder sobre ele, que se calava diante de tudo atrás de óculos que deixavam os olhos enormes, ainda mais assombrados, era deliciosa.
                  Um dia, cheguei do banheiro e ele tinha sido alvo de uma bala perdida que entrou pela janela. Ele havia levado o caderno à mesa da professora bem na hora e dali foi para o chão. Morto. Entrei. A classe estava toda em choque, mas ninguém chorava. Apenas o contemplávamos imerso naquela poça de sangue crescente.  Rosto para baixo.  Como sempre, calado.
Saulo Pessato
Enviado por Saulo Pessato em 16/03/2015
Código do texto: T5171526
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Saulo Pessato
Campinas - São Paulo - Brasil
2836 textos (65608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 03:00)
Saulo Pessato