Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

2018

                       De repente percebo que não sirvo para muita coisa, estou no final, estou morrendo, como  tudo que tem vida um dia morre. E pensar que há um ano, apenas um ano se passou e eu era um bebê, vivo, cheio de vida, a representação da esperança. E agora?
                     Estou sendo deixado de lado como um trapo qualquer. E todas as horarias são para o meu sucessor. Até as roupas novas que compraram para esperar  a minha chegada, hoje não servem mais. Porém, a minha alegria é saber que ele também não irá durar muito, assim como eu, ele terá seu prazo de validade, nem um dia a mais nem a menos. E bate essa inquietação...
                 Não adianta jogar tudo nas costas do meu sucessor se comigo você não fez a sua parte. Ele não é milagreiro, da mesma forma que eu também não sou.  Mas se quiser  ver a nossa diferença, primeiro terá que começar por você. E isso, meu amigo, não tem nada a ver com religião, mas com ética.  A ética precisa andar lado a lado com a política, religião, economia, sociedade...  contigo, sabia?
                Se aderir a lei “ farinha pouca o meu pirão primeiro” ou como costumam falar “ a lei da vantagem” sem medir esforços, 2018, 2019, 2020... serão exatamente como você pintou. Sério. Cada ano é desenhando pela gente, sabia? Claro, às vezes faltam algumas tintas e no improviso a conclusão deixa a desejar, sobram alguns borrões, algumas manchas, mas o retrato que queremos é preciso de um esboço.  O que quero dizer com isso?
                  Precisamos esboçar, traçar o que queremos para o ano seguinte, muitas vezes os nossos esboços vão para o lixo, mas os passos primeiros precisam ser dados. E isso é feito antecipadamente. Se comprarmos em demasia em dezembro, o ano novo virá com muitas faturas nos cartões de créditos.  Se não votarmos em candidatos éticos  nas eleições, teremos quatro anos  de lamentações e corrupção na política.  Se não aprendermos a perdoar, jogar fora os ressentimentos, o coração estará pesado, espinhento no ano novo.
                 Então, dê uma chance ao ano que está chegando. Não jogue nas costas dele os reflexos da sua atitude, dos seus planejamentos ou até a falta deles. 2018 será de paz, se você for o semeador. 2018 será de amor se você amar. 2018 será de comunhão se você  participar. 2018 será de luz se você decidir brilhar.  Tudo de bom acontecerá  porque essa bondade vem de você.
                                           Um abraço,
        Ah, se você gostar de abraçar...

                         Elisabeth Amorim
Elisabeth Amorim
Enviado por Elisabeth Amorim em 30/12/2017
Código do texto: T6212302
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Elisabeth Amorim
Iaçu - Bahia - Brasil
113 textos (38238 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 19:47)
Elisabeth Amorim