Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Epitáfio!



Caso eu morra hoje, quero que saibam, que tive muitos momentos felizes na vida, fui muito feliz de manhã, estou sendo muito feliz a tarde e quando a noite chegou, também fui muito feliz.

Caso eu morra hoje, quero uma bonita cerimônia, quero flores, pessoas, filhos, quero gente, gente viva, quero que leiam meus poemas, os que mais lhes aprazerem, não quero muito choro, nem muita alegria, saibam que apesar de gostar e de também contar piadas em enterros, abstenham-se desse costume, ao menos no meu.

Caso eu morra hoje, deixe que meus filhos pensem que eu realmente fui um super homem, não revelem para eles a minha identidade secreta de homem comum e medíocre.

Quando eu morrer, quero ser lembrado somente pelas coisas boas que fiz, as ruins esqueçam.

Caso eu tenha tido uma vida repleta de coisas ruins, esqueçam-me.

Quando eu morrer, façam chegar a todos os ouvidos que eu fui um grande professor, mesmo que eu não tenha sido.

Digam também que eu, não importa com que idade, morri com um espírito de criança.
Sérgio Souza
Enviado por Sérgio Souza em 07/09/2007
Código do texto: T642959

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Souza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
53 textos (2500 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 04:18)
Sérgio Souza