Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coisas do coração
 
Eu sou um profundo admirador do amor, quando o mesmo é vivido em toda a sua plenitude. Somente ele é capaz de jogar por terra a barreira de todos os preconceitos, seja eles de ordem racial, sexual, econômica ou cultural. A história de amor que irei compartilhar com vocês é do cantor Freddie Mercury.
No início da década de 1970 o jovem Freddie, acompanhado do guitarrista Brian May, costumavam visitar a Boutique londrina Biba, local que gozava de uma grande reputação na época, e ali ficavam observando as garotas. Foi nesse ambiente, que ele conheceu a jovem Mary, vendedora da Boutique, e por aproximados sete anos namorou com ela, chegando inclusive a noivar e por ela se apaixonou. Nessa época o conjunto Queen estava engatinhando, sendo que o estrelato chegaria mais tarde.
Freddie não achava justo, relacionar-se com aquela jovem, sem que ela soubesse da sua predileção pela figura masculina, então um belo dia, criou coragem e confessou a sua bissexualidade, tamanho foi o espanto que Mary teve, que acabou terminando o noivado. Todavia, nem mesmo isso, foi capaz de romper entre essas almas, o amor existente entre eles, Mary Austin iria acompanha-lo por toda a vida.
Mary tornou-se a única e grande amiga de Freddie, a amizade dela era o suficiente, mesmo que por causa da sua opção sexual, o noivado fora rompido, para ele, ela era tudo, amiga, mulher, confidente, a única pessoa que ele confiava totalmente, fazendo com que essa veneração, incomodasse até os seus amantes, que em momento algum conseguiram ocupar o lugar de Mary.
Essa veneração foi tão intensa, que o seu maior sucesso “Love of my life” foi composto em homenagem a sua amada, foi uma verdadeira declaração de amor.
A vida toda houve essa harmonia, essa ligação, esse cuidado entre ambos. Atitudes essas de corações infectados pelo amor. Mary casou, constituiu família, mas nem isso, separaria os dois. Em novembro de 1991, devido complicações com o vírus HIV, aos 45 anos morre Freddie Mercury, e ali estaria Mary Austin, ao lado do seu companheiro, até o seu último suspiro.
Muitos foram surpreendidos, ao saber que na leitura do testamento de Freddie Mercury, a metade da sua fortuna foi direcionada para aquela que em momento algum, o abandonou.
Histórias como essa, só podem ser desenvolvidas através do amor, por que somente ele é capaz de quebrar todas as barreiras existentes e unir duas vidas incondicionalmente, para todo sempre e por isso deixo aqui o meu pequeno tributo.

 
Simplesmente Gilson
Enviado por Simplesmente Gilson em 23/01/2019
Reeditado em 23/01/2019
Código do texto: T6557776
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Simplesmente Gilson
Mucuri - Bahia - Brasil, 56 anos
870 textos (49899 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 08:32)
Simplesmente Gilson