Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eneida
 
Fico intrigado por que o nosso cérebro tem facilidade de absorver certas informações, todavia outras lembranças são totalmente apagadas da nossa memória.
Agora nesse exato momento, estou voltando ao passado, na época em que eu estudava no Grupo Escolar Professor Francisco Letro, fase boa da minha infância. Naquela época fazia o segundo ano e tinha oito anos.
 A lembrança que vem em minha mente é de uma menina de cor clara, pele tão fina como a seda, cabelos compridos cuja cor era castanho-escuro e era portadora de um belíssimo corpo, sendo que diante de tamanha formosura, acabei me apaixonando por ela.
O único problema é que essa paixão era totalmente secreta, Eneida jamais soube, em algum momento da sua vida, que eu fui apaixonado por ela. Eu sempre fui uma pessoa muito tímida, devido a isso, a maioria das minhas paixões eram secretas, só eu tinha conhecimento.
De segunda a sexta meu coração enchia de alegria, meu maior prazer era poder contemplar a Bela Eneida na sala de aula. Ela sempre sentava nas primeiras carteiras, de forma que eu sentava sempre de um lugar que pudesse avistá-la, não podia ser de muito perto; para que ela não percebesse o meu sentimento, contudo não poderia ser muito longe: para que eu pudesse desfrutar daquela bela visão. Toda vez em que eu olhava em sua direção, o meu coração disparava de tanta emoção. Eneida era uma aluna muito inteligente, grande era a sua aplicação na aula, coincidentemente sua irmã era a nossa professora, cujo nome era Maria de Lourdes, a Beleza era algo peculiar na sua família.
De tristeza enchia o meu coração quando chegava o sábado, não poder apreciar aquela beldade era simplesmente um tormento. Ansioso eu ficava para que a segunda-feira chegasse logo, e assim eu pudesse contemplar novamente a minha deusa.
Esse encanto durou um ano e meio, no meio do ano seguinte meu pai comprou uma casa pelo BNH, então mudamos de bairro. Sendo assim, nunca mais eu tive o prazer de ver minha querida Eneida, e dessa forma foi colocado um ponto final nessa paixão secreta. Por onde andarás minha adorável e doce Eneida?
 
 

 
Simplesmente Gilson
Enviado por Simplesmente Gilson em 15/03/2019
Código do texto: T6598814
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Simplesmente Gilson
Mucuri - Bahia - Brasil, 56 anos
870 textos (50061 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 03:57)
Simplesmente Gilson