Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dias de colher e de esconder



Entre tantas coisas que penso,nenhuma se encontra.
Os motivos que me deixam viva,os desejos que me elevam ao alto,pouco a pouco vão se exteriorizando.
Procuro paz de espírito,poesia e melodia.
Se equilibrando em fios bambos,em cima de baixo,do lado do alto!
As afeições,os apegos,ficam mais próximos com luz interior.
Uma passagem secreta existe;
um grito ensurdecedor protesta.
Há dias de cores,dias sem cores...
Dias de colher,e de esconder flores.
Os sinais que toquei,foram poucos para perceber,e bastante para crescer.
Ludmilla Castro
Enviado por Ludmilla Castro em 20/09/2007
Código do texto: T661248
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ludmilla Castro
São Sebastião do Paraíso - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
69 textos (1659 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 22:30)
Ludmilla Castro