Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTOU AQUI

 Pareço me perder de mim, às vezes. É assim que se vive. Se achando e se perdendo, alternando os dois estados. Mas passando pelo momento em que me perco de mim, preciso lutar pra não doer tanto, me procurando e chorando a falta que eu me faço. Viajo pra dentro, me desencontro. Logo depois, vou me promovendo bons e maus encontros. Necessários. Esbarro com a menina criativa e alegre, com a adolescente insegura e  franzina. Com a mulher jovem, rebelde. Consciente de seu lugar no universo artístico, mas dividida entre ele e o mundo mais prático. Parei pra conversar quando encontrei com a mulher em busca de um grande amor. Sedenta, pulsante, um pouco mais segura do quanto podia explorar e ser explorada. Vejo e observo  a mulher mais madura, brigando pela vida e por tudo em que acredita. Pude ver, com uma certa proximidade, uma mulher bem mais velha, com a idade avançada. Todas elas têm muito em comum... o cantar, o dançar, o amar, o gostar de afago, de brincar, o medo do mar, a impetuosidade, a simplicidade...bem, parece que estou me achando de novo. Seguramente estou aqui pra viver assim. Só sei viver com essa intensidade.
Angella
Enviado por Angella em 09/10/2007
Código do texto: T686539

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angella
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
32 textos (1228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 10:22)
Angella