Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Moça do Interior





     Moça do interior chegou na cidade, com seus olhos grandes e o jeito sapeca. O sotaque denunciava a origem. E a simpatia ganhou a atenção geral. Orgulhava-se de duas coisas, o berço sertanejo e a amiga mais íntima, sua mãe.
     De sua terra falava com gosto. Campos que se estendiam até o horizonte, o encontro verde com o azul do céu e nas entre safras, a vibrante terra tombada. As brincadeiras na fazenda do avô, com um sem número de primos. As galinhadas e os namoricos na praça da igreja. Eram histórias recheadas de personagens pitorescos. Turcos abastados, tias carolas e cantadores de catira. Uma profusão de cores, texturas e sabores que fazia a delícia de quantos a ouviam.
     De sua mãe, seu maior orgulho, não se contentava só em falar. Levava os novos amigos para conhecê-la. E aquela senhora realmente encantava. Recebia deliciosamente, numa casa onde não faltava um bom café e muita alegria. Sábia senhora. Acabava por conhecer cada um dos amigos, sem precisar perguntar nada. Era difícil resistir-lhe.
     Grande pequena menina trouxe o campo para a cidade, não se impressionou. Mas impressionava. Menina moça, flor em botão. Nos bailes, a última a chegar e a primeira a sair. Aguçava a curiosidade. Mistério que mantinha os meninos interessados e as meninas com inveja. E ela rindo das situações que provocava.
     Moça do interior, em seu interior um universo, poderoso em sua ingenuidade, cativante em sua inocência. Inesquecível...
Luiz da Silva Rosa
Enviado por Luiz da Silva Rosa em 10/10/2007
Reeditado em 05/05/2008
Código do texto: T688383
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz da Silva Rosa
Santa Isabel - São Paulo - Brasil, 61 anos
71 textos (6901 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 15:12)
Luiz da Silva Rosa