Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM POETA NUNCA SERÁ SOLITÁRIO

Por mais que se sinta só,  um poeta jamais será solitário. Daí vem a pergunta: Como pode uma pessoa ser solitária e ao mesmo tempo não ser? Existem pessoas que realmente se sintam só mesmo ao lado de outras, porém o poeta tem um diferencial das outras pessoas. Isso acontece quando expressa os seus sentimentos em suas obras literárias. Naquele momento,  a solidão deixa a sua morada, os sentimentos mais profundos envolvem o seu ser e,  em belas prosas transmite em cada palavra o que tem ao mundo a dizer. E nesse instante um alívio interior que só o poeta sente, ao expressar de forma e modos a beleza ou não da vida para pessoas que nunca viu, as quais se sentirão da mesma maneira como se fosse uma transmissão de pensamentos. Assim, o caro poeta deixa a solidão por conseguir preencher em outros corações tantas emoções.
maria do carmo alves marques de castro
Enviado por maria do carmo alves marques de castro em 19/10/2007
Código do texto: T701718
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (mcarmo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria do carmo alves marques de castro
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
90 textos (3852 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 18:15)
maria do carmo alves marques de castro