Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO.

SOLIDÃO
Segundo o dicionário do Aurélio, a definição de solidão é a seguinte:
estado daquele que se encontra ou vive só, isolamento ,situação de quem vive isolado em uma comunidade ou em um casamento onde não existe nenhum entrosamento.
Mas não é somente isso . É um estado muito doloroso para quem o sente. Ele cerca o corpo e a alma em algumas fases da vida, fazendo
com que as pessoas mesmo estando cercados de gente, sintam-se ainda mais sosinhos.
As pessoas cruzam seus caminhos, estão ao seu lado e eles sentem-se como se fossem um fantasma, tornam-se invisíveis aos demais.
Eles não são vistos e não faz nenhum sentido para os outros se estão bem ou mal.
Perdem por completo a auto estima e chegam até a pensar que são os últimos sêres sôbre a face da Terra.
Circulam em suas casas, seus trabalhos, seus bairros e é como se não
existissem. Por se sentirem assim, outros companheiros da solidão , batem sofregamente em suas portas: o sentimento de inferioridade, para que sintam-se incapazes, incultos e para coloca-los no final da fila do amor próprio e a falta de respeito pelo ser humano e filho de Deus que ele esqueceu que é.
Suas famílias, filhos e amigos, agem para com eles como se fossem um zero à esquerda, isto é :sem valôr algum, fazendo-os sentirem-se feios e desengonçados.
Quando são englobados por este sentimento,ficam à beira de uma depressão. A ficha não cai logo para lhes mostrar, que tudo o que sentem ,apezar de não ser real, nem de longe tem a conotação que lhes é dada.
Solidão é de fundo sociológico. Depressão é de fundo psicológico e necessita de tratamento especializado.
As duas coisas jamais deveriam ser confundidas, o que as vêzes acontece.
Solidão é carência. Depressão é doença.
Solidão é falta de companhia para ajudar as pessoas a sairem do marasmo em que suas vidas muitas vêzes se transforma.
É falta de algúem para a pessoa relatar suas vitórias ou seus fracassos.
É falta de algúem que os incentive a seguir em frente na hora da indecisão e que lhes dê colinho quando se tornar necessário.
Bastaria que abrissem os olhos e coração, para que o amor em sua forma mais pura viesse para entrar.
Se todos soubessem que para o amor entrar em suas vidas,bastaria que destrancassem as cavernas escuras que existem nos corações e deixassem a luz entrar para iluminá-las, não haveria tanto sofrimento.
Esta Luz é gerada pela caridade e solidariedade para com os nossos semelhantes, que acima de tudo são nossos irmãos.
Se acalentarmos pensamentos rancorosos, temos que baní-los juntamente com a tristeza e o baixo astral.
Somente depois que estiver instalado o perdão e a alegria é que o Amor vai entrar purificando a alma e iluminando a Vida.
Com a entrada destes dois convidados maravilhosos a Solidão será banida para sempre e então as pessoas sentirão felicidade e serão totalmente integradas ao meio em que pertencem.
Um santo remédio para quem sofre de solidão é ajudar ao próximo.
Prestar ajuda aos necessitados de sua vizinhança e que as vêzes nem sabíam que existiam. Ir aos hospitais públicos e lêr histórias às crianças doentes; conversar com os velhinhos nos asilos e que estão esquecidos por suas famílias; fará com que sintam que são mais ajudados do que estão ajudando.
Esquecer por algumas horas os próprios problemas e tentar ajudar a resolver os dos outros,acho que ainda é o melhor remédio para quem sofre de solidão.
O vazio em as vidas haviam se transformado,sumirá, dando lugar a uma sensação gostosa que vai preencher o coração e alegrar a alma.
Irão sentir-se necessários e queridos e deixarão de parecer um espectro ambulante, porque agora suas presenças são notadas e cobradas, quando não puderem aparecer.
Solidão torna as pessoas egocêntricas, pois como sentem-se só, ao invés de interagir com os seus semalhantes, elas se isolam no fundo de sua caverna escura o que só tende a piorar o seu estado.
Este sentimento não deveria fazer parte da vida de ninguém, mas como ele existe,o que podemos fazer para acabar com ele é nos doar-mos cada vez mais , pois o retorno desta doação, chega até nós  em ondas de sensações tão maravilhosas , que chegam a ser indescritiveis.

Em 22 de  Outubro de  2007
Celina Maciel
Enviado por Celina Maciel em 22/10/2007
Reeditado em 22/10/2007
Código do texto: T705280

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Celina Maciel
Belém - Pará - Brasil, 77 anos
35 textos (2635 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 15:38)
Celina Maciel