Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DISCUSSÕES ENTRE O AMOR E A PAIXÃO

Estavam os dois conversando calorosamente a respeito da união das pessoas. Sobre as  paixões da vida!
O Amor, calmo e brando como só ele o é, ouvia atentamente o que a Paixão dizia:

- Me entrego de maneira plena, faço de tudo pelo outro, esqueço de mim mesma para fazer o outro feliz, e no entanto, geralmente sou deixada de lado bem cedo. O que será que acontece Amor? Você pode me explicar?
Por mais que eu me esforce eu não consigo entender por que as pessoas logo deixam de mim!  Eu sei que marco de alguma forma na vida dessas pessoas, mas ao mesmo tempo, me sinto tão só! Uns dizem que sou ardente, outros dizem que sou pecaminosa. Afinal, qual a diferença entre nós dois?

O Amor, com sua sabedoria e paciência apenas ouvia sem fazer uma única interrupção, até o momento em que a Paixão pediu a sua opinião.
- Bem, dizia o Amor- Em primeiro lugar, o seu erro é justamente esquecer de si mesma e se entregar de corpo e Alma. Isso machuca, cega e se tem uma visão errônea do outro.
Você faz com que o outro veja apenas a aparência momentânea, e esquece que por trás dessa pessoa, existe alguém que sente, chora e sorri também. Não percebendo o real valor da pessoa, não percebendo nada além da carne. E isso entristece as pessoas. Pois em determinado momento descobrem que o que sentiam era  uma enorme carência de si mesmas. Projetando a carência no outro, através de você Paixão. Confundindo a mente das pessoas, fazendo com que elas sofram.
- Mas não dizem que devemos ser ‘intensos’? Então, sendo Paixão como sou, obviamente sou intensa...

- Sim, mas uma intensidade que machuca não é a verdadeira intensidade. Ela deve ser intensa sempre. E não somente por um breve período.
A Paixão já um tanto desconfortável com as explicações do Amor disse:

- Então me diga: a pessoa deve amar ou se apaixonar?
- Todos devem ter uma Paixão na vida. E fazer tudo com Paixão também. Pois você Paixão, induz as pessoas a querer sempre mais e isso é bom. Aliada a mim, você consegue tocar nas pessoas facilmente. E outras vezes você abre o caminho para a minha chegada.
A pessoa deve Amar Apaixonadamente. Ou seja: Eu, o Amor – sou calmo, brando, sou ‘asas e raízes’, sou presença ou ausência – estou presente mesmo na distância ou na ausência da pessoa amada, vejo além das aparências, vejo além da carne, vejo a Alma, o verdadeiro sentir.... Enquanto você, ‘esquenta’ o coração das pessoas e por vezes consome com sua insegurança. Então veja bem: se alguém tem um Amor Apaixonado, este é inteiro (seja por uma pessoa ou um projeto) e tudo que faz acontecer é de real valor.  E quem me conhece, sabe muito bem, que antes de Amar outra pessoa, deve Amar a si mesmo primeiro. Reconhecendo-me nele mesmo. Enquanto você faz com que só veja o outro, e não a si mesmo.

Sugiro que você fique ao meu lado para que possamos juntos, encantar muitos corações. Aceita? Disse o Amor para a Paixão.

- Bem, posso tentar. Pois percebi que você tem razão. Nas pessoas que fazem tudo com Amor e Paixão, realmente tudo flui, inclusive quando encontram a pessoa certa. Sim, continuemos então a encantar o coração das pessoas.
Espero que muitos percebam isso, pois é triste a projeção no outro, e depois dizer: - O que eu vi naquilo? É o que eu sempre ouço, depois que cessa o calor da Paixão...
Dizia ela tristemente..

Algumas pessoas sofrem muito com ‘paixões’, mas com o tempo descobrem que tudo não passou de uma grande ilusão. Por vezes até uma certa ‘teimosia’ em alguém querer.
Amar o outro apaixonadamente unido à razão, faz sim valer a pena. E este Amor, torna-se inesquecível e eterno!
Qual o seu jeito de Amar?
Autoria
 
Gênice Suavi
Enviado por Gênice Suavi em 24/10/2007
Código do texto: T707573

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria Gênice Suavi! http://attitude-dinamica.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gênice Suavi
Itajaí - Santa Catarina - Brasil, 43 anos
43 textos (20278 leituras)
37 áudios (15377 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 09:26)
Gênice Suavi