Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
medo
Olhos fechados. Há combate lá fora. Invasores de Marte. Tranco porta, janela, janelas. Limpo tudo, chão, cabeça, absurdo. O dedo passa fino pelas superfícies, mas não rima. Mãos se estendem sob luvas. Filas. Espaços. Máscaras rubras, diria Alan Poe: a morte também usa. Uma porta se abre. Rápido. Entra. Larga na área. Asseia. Desinfeta. Guarda. Segura a onda. Tranco tudo, abre, fecha, janela bate. Luz invade as pálpebras. Há sempre uma fresta.

meriam lazaro
Enviado por meriam lazaro em 27/10/2020
Reeditado em 17/12/2020
Código do texto: T7097278
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
meriam lazaro
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1711 textos (137907 leituras)
1 e-livros (51 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/05/21 22:56)
meriam lazaro