Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O REI NARIGUDO.

Em um lugar distante há vários anos atrás existia um rei do nariz enorme muito velho e doente, o seu filho queria ter um retrato de seu pai na casa dos reis como lembrança, mas ele não queria por causa de seu nariz, o príncipe o convenceu. E contrataram os melhores desenhistas da época. O 1º o desenhou com o nariz do tamanho que realmente era: grande. O rei olhou e insatisfeito mandou enforca-lo; o 2º vendo a derrota do 1º desenhou o rei com o nariz pequeno. O rei quando viu achou que o homem estava gozando de seu nariz e mandou enforca-lo também. O 3º, mais sábio, sabendo que o rei gostava de praticar arco e flecha o desenhou atirando em uma raposa com a mão sobre o nariz. O rei gostou do desenho premiando-o com varias barras de ouro.

Moral da história:

O 1º desenhou o rei de forma verdadeira e rude.
O 2º escondeu a verdade para agradar o rei.
O 3º mostrou a verdade mas da melhor forma possível.


Escrevi esta crônica baseado em uma história que ouvi e gostei.
Afonso Lucas Amorim Santiago Maciel
Enviado por Afonso Lucas Amorim Santiago Maciel em 31/10/2007
Reeditado em 26/08/2008
Código do texto: T718276

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Afonso Lucas Amorim Santiago Maciel
Escada - Pernambuco - Brasil, 20 anos
17 textos (7247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 20:15)
Afonso Lucas Amorim Santiago Maciel