Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Feliz aniversário

Você já notou como essa expressão que usamos tantas vezes com pessoas queridas pode representar para elas diferentes situações a cada ano que passa?

Então veja quando eu era neném nem me lembro o que poderia ser pra mim um feliz aniversário, alíás nem eu e nem você também se lembra e o feliz não foi exatamente para nós e sim para nossos pais e familiares felizes de nos ver crescer.

Depois veio a época de infância e felicidade era ver o maior número de amiguinhos em nossa festa, cheia de balões coloridos, brincadeiras, salgados, doces e o bolo.

Na adolescência ter perto de nós os grandes  amigos que compartilhavam as mesmas idéias e sonhos e claro o amor do momento, para dançar coladinho e sentir todos aqueles arrepios que tínhamos direito.

Mas nos tornamos adultos e feliz aniversário era reunir irmãos, filhos, amigos em nossa casa para um churrasco regado a muito wisky, vinho e cerveja e os papos e piadas alegres da época.

Com o passar do tempo os filhos vão crescendo e feliz aniversário era ter todos eles em volta de nossa cama trazendo um delicioso café da manhã e dezenas de pequenos papeis que continham a manifestação de carinho e amor de cada um.

Hoje ao completar cinqüenta e seis anos e tendo meus filhos crescidos encaminhados e a maior parte morando fora o que fez meu aniversário feliz foram as centenas de e-mails, scraps, torpedos de celular e até uma mensagem fonada enviados por amigos(as) que moram distantes daqui.

Além dos papos e chamados carinhosos que recebi on line na madrugada e nesta manhã e tarde.

Também a felicidade de receber uma mensagem de voz com muito carinho enviada pela minha filha Tilianna que está na Mongólia, falar e receber o parabéns a você on line com a minha filha Camila, meu filho Pietro e a mãe deles que estão morando em João Pessoa na Paraíba.

Também ter o carinho do convite da  minha filha Rayana e seu marido Marco Antonio que fizeram um delicioso almoço para mim e o tradicional bolo na minha opinião com um exagero de velinhas e claro aquele abraço gostoso e carinho que ela sempre me dá.

Hoje não ganhei presentes em espécie, porém percebi que o importante para minha felicidade não é ganhar presentes, mas sim ter presentes.

Ter presente a saúde, ter presente meu dom de escrever, ter presente o carinho de meus filhos e amigos, ter presente o sentimento que me liga a todos e ao universo.

Hoje sei que o ter presente não é poder tocar, mas sim o poder sentir as pessoas e seu carinho, pois esse presente não se quebra, a traça não corroe e nenhum ladrão pode roubar.

Por isso sei que hoje foi realmente para mim, um Feliz aniversário.

 
São José dos Campos, 29/04/2007

Renato Zecca
Enviado por Renato Zecca em 10/11/2007
Código do texto: T730979

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Renato Zecca). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato Zecca
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
257 textos (80794 leituras)
6 áudios (23707 audições)
2 e-livros (186 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 15:21)
Renato Zecca