Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É bom e eu gosto

Se eu soubesse te explicava, mas acontece é que nem eu sei. Eu sempre fui educado, desde pequeno eu aprendi que se deve usar sempre, com licença, obrigado e, por favor. Mas, parece que só eu sei disso. O incrível é conseguir parecer ridículo sendo educado. Estou falando sério, ás vezes eu peço uma informação, antes de qualquer coisa falo, ”por favor”, depois eu digo “obrigado”. A expressão que vem a seguir é: por que ele me agradeceu?
Acontece é que, não é por que o favor foi simples que eu não deva agradecer, mas há pessoas que não estão ligadas nisso. Ou quando eu peço “com licença”, já vi gente olhar de cara feia pra mim. Alguém aí me explica o que é que tem de mau o meu “com licença”?!
Como eu mesmo disse, vai saber o que se passa na cabeça do ser humano. Ás vezes parece que todo mundo gosta de ser maltratado. Penso eu, que a humanidade está tão acostumada a levar na fuça, que coisas simples passam despercebidas. São poucas as pessoas que votam conscientes, que são educadas, que protestam quando estão certas, que admitem quando estão erradas e enfim, fazem o que tem de ser feito.
Eu sozinho não consigo mobilizar ninguém. Mentira eu consigo sim, se eu quiser eu posso. Mas, há poucas pessoas que pensam como eu.
E se pensam que a educação não faz parte disso, se enganam. Ela é o alicerce, a base para tudo, você sempre irá usá-la. Quer dizer, se você quiser você pode ser educado, por que se você não for, não há com o que esquentar, poucas pessoas vão reparar que você não usa o “por favor” que não conhece o “com licença”, nunca ouviu falar em “obrigado” e que “por nada” está fora de cogitação.
Gustavo J Barreto
Enviado por Gustavo J Barreto em 12/11/2007
Código do texto: T733710
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo J Barreto
Mauá - São Paulo - Brasil, 28 anos
89 textos (15890 leituras)
1 e-livros (36 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 22:27)
Gustavo J Barreto