Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não deixem a flor murchar

 Estamos no terceiro milênio. É a era da tecnologia avançada.Mas, por mais avançada que ela seja, não deve superar a essência humana, pois o Homem é objetivo supremo da criação divina.
 Não deixem a flor murchar!... Não deixem a máquina sufocar sentimentos!... Apesar de tudo, um coração palpita dentro de nós. Quer queiramos quer não, vivemos emoções variadas no cotidiano. Por que, então, deixar murchar a flor do amor de toda espécie, aquele amor abrangente, doação, amizade, consideração ? Ter sensibilidade é ser piegas? Afinal, o Homem foi criado para ser um robô, frio, metálico, intangível?
  A visão que temos do mundo atual é de um mundo- cão ( e ele, realmente, é ), porém, nós que o tornamos assim, com a nossa insensibilidade, egoísmo e nos embrutecendo cada vez mais, ousando pensar que é em nome do progresso. Outro dia, li, em certo jornal da capital, críticas de um jornalista a um apresentador (por sinal muito carismático) de determinado programa de televisão, principalmente porque esse apresentador procura transmitir coragem, fé, estímulo e esperança e porque através de suas palavras denota ser cristão. É, por isso, chamado (pejorativamente) de místico. O materialista pensa que ser cristão (sem contudo ser fanático) é inconciliável com a inteligência e escolaridade?
  Mostrar-se insensível denota vaidade humana. Vaidade insensata que procura esconder o reconhecimento da pequenez do Homem. Além, muito além, próximo, bem próximo, em algum  lugar, em todos os lugares, está um Ser Supremo que rege todos os destinos, que é o Senhor da Vida e a mensagem deixada por Ele é o caminho do amor incondicional, sem distinção de cor, raça, classe social ou credo religioso.
  Não deixem a flor murchar!...Se hoje o tempo é escasso para visitas, bate-papos, cartas quase em desuso, muitas vezes impedindo a retribuição de atenções a nós dispensadas, ainda assim existe a tecnologia para nos servir - o telefone, o celular, a internet e outras modalidades tecnológicas. Apesar das distâncias, a amizade sincera é um elo que vence o tempo e o espaço.
 Não deixem a flor murchar!...Plantem-na com a vontade de amar, reguem-na com gotas de sensibilidade e adubem-na com o pó da fraternidade, e, por favor, não a deixem murchar!...
Nadir de Andrade
Enviado por Nadir de Andrade em 18/11/2007
Código do texto: T742477
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir de Andrade
Barreiras - Bahia - Brasil
134 textos (6261 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 04:55)
Nadir de Andrade