Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É NATAL UMA VEZ MAIS.

Outra vez é hora de pendurar a meia na janela.

- Mas, qual meia pendurar?
Em que janela...O sapato nem pensar!
Só resta o que ganhei da madrinha que nem era minha.

Então, é outra vez natal!
Tão bem lembrado nas vitrinas.

- O papai, eu nem nunca vi.
E, essa agora!
Papai Noel é história pra menino rico dormir, Tia!

No entanto é natal!

Valorizado no pequenino presépio, no canto da casa simples, onde os meninos não dispõem de muitas meias, onde os sapatos já estão tão usados; onde às vezes nem janelas a casa tem.

E embora, não se sintam filhos do Noel. Toca-lhes profundamente a festa cristã.
Reverenciando com respeito no presépio sem pompas o menino que fez pobre para ricamente ensinar.

É Natal uma vez mais!

Natal:
Do Verbo do Princípio feito carne,
Do Deus que resolveu ter coração.

- Pensando bem menino, não te preocupes com as meias ou sapatos, ou com janelas e não te impressiones com as vitrinas, o Natal a ti chegará – Ora, apenas, ora!
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Enviado por Cláudia Célia Lima do Nascimento em 23/11/2007
Código do texto: T749407

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Luziânia - Goiás - Brasil, 52 anos
487 textos (16627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 16:34)
Cláudia Célia Lima do Nascimento