Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FELIZ DIA SEM VIDA

Evaldo da Veiga

É um daqueles dias que se apresenta com gosto de nada.
“Ai que tempo vergonhoso!” – Quando menino ouvi essa exclamação
de um senhor enfurecido tentando, sem sucesso, consertar um carro
velho. Culpa do tempo, de um momento no tempo, culpa da vida?
Talvez culpa do carro ou do senhor enfurecido que não sabia consertar...

Em toda minha vida o que vi sempre, ou quase sempre,
foi culparem o dia, o tempo e a vida; também ainda, é claro, o semelhante.
Mas não é isso o que eu quero, investigação de culpados
culminando com uma nota de culpa, julgamento,
condenação... 

Curioso, percebo agora: absolvição é o que menos esperam,
quando alguém julgado é o outro, fora de sua relação de bem querer.
Sempre fugimos da culpa e isso é uma péssima estratégia.
Fora do acerto de contas não aprendemos e muito menos evoluímos.

Feliz esse meu dia sem vida de alegria fácil.
Vou pensar, pensar muito, algo está errado, e sem dúvida, o culpado
sou eu. Feliz esse dia que me permite reflexão, busca de novos
alvos e melhor jeito de viver..

Imagem: Tela do Leonardo Da Vinci

evaldodaveiga@yahoo.com.br



Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 30/11/2007
Reeditado em 30/11/2007
Código do texto: T759062

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 74 anos
952 textos (314307 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 23:47)
Evaldo da Veiga