Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MOTORNEIRO

Antigamente, em mil, novecentos e bolinha, Vitória, ES, era cortada por bondes elétricos.
Havia um senhor de meia idade, na região de Maruípe, que todos os dias pegava esta condução em Jucutuquara, para ir trabalhar no centro da cidade.
Certo dia, no meio do trajeto, o homem gritou:
-Motorneiro! Motorneiro!
-O que foi?!
-Pare o bonde!
-Só no próximo ponto!
-Pare, agora, pelo amor de Deus!!!
-Para quê tanta pressa, senhor?!
-É porque eu estou com uma dor de cagar medonha!!!

Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 29/12/2005
Código do texto: T91943


Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 75 anos
1158 textos (60655 leituras)
1 e-livros (222 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/04/21 06:55)
Anna Célia