Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Final de Expediente



Engarrafamento quilométrico. Cansaço. Trânsito. Fome. Preocupações. Trânsito. Lista de compras. Trânsito. Atrasada para buscar o filho no inglês. Trânsito. Buzinas. Passa por cima! Trânsito. Fazer compras. Trânsito. Celular toca. Mãe, cadê você? Calma, tô chegando. Trânsito. Ar do carro quebrado. Calor. Trânsito. Cadê tempo prá consertar? Sinal quebrado. Putz, só o que faltava. Celular novamente. Tô esperando prá jantar, vai demorar? Tô indo. Calor. Hoje não vai ter tempo para ginástica. Trânsito. Abre o vidro. Ufa. Fecha o vidro. Sujeito suspeito. Calma, calma. Sou uma mulher calma e equilibrada.

Celular. Mãe posso dormir na casa de vovó? Por quê? Vou chegar tarde, é melhor. Tá certo. Vai pra onde? Tum, tum, tum. Desligou. Preciso conversar com esses meninos. Trânsito. Chega ao inglês. Buzina. Nada. Buzina. Nada. Celular: cadê você? Tomando um sorvete aqui na esquina, passa aqui. Sorveteria. Buzina. Oi mãe. Oi. Devia ter avisado né? Você demorou, estava com fome. Tá chateada? Não, cansada. De quê mãe? Trabalhar. Ah...

Silêncio. Caminho de casa. Preciso conversar com esses meninos... Como foi a aula? Beleza. E o inglês, tá indo bem? Massa. Sabe para onde seu irmão vai hoje? Sei não. Ele ainda tá namorando a Marcinha? Acabou. Foi? Anhã... Por quê? Sei lá. Ele disse que morgou? Que o quê? Morgou mãe. Quer me dizer o que é isso? Ficou sem graça sabe? Ah...

Vai sair hoje também? Acho que sim. Vou sim, tem ensaio da banda. Dia de semana também? É mãe, se não ensaiar não ganhamos o concurso. Que concurso? De bandas. Vocês estão concorrendo a quê? Um prêmio aí de melhor banda. Ah... Seu irmão vai também? Claro mãe, ele é o vocalista, esqueceu? Ah... Vê se não volta tão tarde. Beleza. Como é mesmo o nome da banda? Fiddy. Bonito. É. Por que Fiddy? Sei lá, quando agente começou a tocar e alguém errava agente chamava de Fi de rapariga, aí ficou Fiddy. Tô impressionada. Que bom que gostou mãe.

Chega em casa. Cadê o jantar? E eu é que sei? Estava esperando por você. Ah... Vou tomar um banho. Agora? E o jantar? Pode esperar. Ao menos poderiam colocar a mesa. A mesa tá aí mãe. Engraçadinho... Será possível, com três homens dentro de casa e ninguém faz nada?
Eu ajudo mãe. Coloco o quê na mesa? Começando pelo prato o resto dá prá deduzir? Beleza.

Ô mãe! Tô tomando banho espera. Tá.
Pode falar agora? O que foi? Você acredita em reencarnação? Por que a pergunta?Você reclama que faz muita coisa, vai ver que na outra você não fazia nada. Muito engraçado...

Na mesa. Marido: Comprou as pilhas? Que pilhas? Do controle remoto que pedi. Esqueci. Eu sabia. Desculpa. Fazer o quê?

Preciso conversar com esses meninos. E então, o tal do Beto ainda toca na banda? O tal do Beto mãe, é meu melhor amigo. Não gosto daqueles brincos. O que tem os brincos? Sei lá, na minha época homem que usava brinco era maconheiro ou bicha. Você não está na sua época mãe e ele não é maconheiro nem gay. Falei bicha. Dá na mesma.

Preciso ser mais sutil. E você, tá namorando? Ahã. E a família dela, que tal? Sei lá mãe, mal a conheço. Pois é bom conhecer a família para saber com quem está se envolvendo. Onde a conheceu? Pelo Facebook.O que é isso? Aquilo que você sempre pergunta e nunca sabe. Sei. É bonita? Eu acho né, senão não tava namorando. Estuda? Claro mãe. Bem, tô indo. Tchau mãe, tchau pai.

Silêncio.
Terminou? Sim. Posso tirar a mesa? Pode.
Cozinha. Estou morta.
Sala. Boa noite. Já vai dormir? Vou, tô cansada. Não tá
esquecendo de nada? Não. Tem certeza? Tenho.

Na cama. Ufa escapei por um triz!
Na rua ouve-se um estrondo.
Susto. Falta luz. O que foi isso? O transformador da rua. Vai ficar sem luz umas quatro horas. Putz.

Calor...
Vamos tomar um banho?
Que jeito!

Então? Então o que? Gostou? Ahã...
Que jeito!
Cinco da manhã. Chega luz. Dorme.
Seis e meia. Despertador.
Trabalho. Sono. Engarrafamento. Trânsito.
E os meninos?
Celular: os meninos chegaram?
Estão dormindo.
Preciso conversar com esses meninos....




TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 30/04/2008
Reeditado em 28/05/2012
Código do texto: T968352

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TACIANA VALENÇA
Recife - Pernambuco - Brasil
2016 textos (153995 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/05/19 00:00)
TACIANA VALENÇA