Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BAIXA ESTAÇÃO NO RECANTO: ALENTO

É lundu,
é calundu,
é banzo...
Crise existencial,
preguiça mental,
tédio, cansaço,
vazio...
Qualquer que seja
a forma da postura,
a infelicidade está presente...
O corpo sente,
o coração padece,
a alma se agacha, e
fica cativa vítima
desse mal...
Reagir é preciso!
sair desse marasmo !
largar essa letargia....
É preciso tomar estimulantes...
naturais, naturalmente:
Vão ouvir os passarinhos
para aprenderem a cantar!
Vão ver os patos na lagoa,
os peixes nos rios....vão
aprender a nadar...!
Vão ao circo, ao teatro,
vão rir, se expandir,
vão aluir, vão olvidar...
Vão patatá, patatí,
patatá...!
vão ao brejo caçar
rãs...vão ao mar
pescar...!
Mas por favor, mudem
essas caras...expurguem
esse mau humor, esse
baixo astral...!
Por favor, eu não quero
 me contaminar...!



Esse poema/discurso ofereço para alguns colegas do Recanto das Letras
 que estão parados...meio perdidos...não visitam direito os amigos, não comentam com entusiasmo...se alguém se enquadra no que digo, os
conselhos estão bem aí,,,é só seguir...animo gente...
Alkas
Enviado por Alkas em 15/02/2013
Código do texto: T4140800
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alkas
João Pessoa - Paraíba - Brasil
5469 textos (371487 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/19 01:09)
Alkas