Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
.
*** Discurso Aberto, Ao Presidente da TCB, Sr. Jean Marcel, Servidores, Servidoras e Demais Amigos da TCB. ***


     Senhor presidente seja bem-vindo ao nosso convívio diário que o senhor e sua equipe venham prestar um excelente trabalho à frente da nossa querida TCB. 
     Senhor presidente queremos trabalhar com vossa senhoria em parceria, hoje a nossa empresa tem servidores valorosos, não é à toa que vários dos nossos servidores estão espalhados nas mais diversas esferas do Governo do Distrito Federal. 
     Esperamos que em vossa gestão fôssemos valorizados, pois, na campanha eleitoral do qual saímos vitoriosos com o Senador Rodrigo Rollemberg, agora governador de Brasília teremos com certeza um novo caminho, uma nova Brasília, eu quero conhecer a nova Brasília que agora se inicia e claro uma nova TCB.
   Senhor presidente de caminhos com certeza nos aqui entendemos muito bem, afinal nós aqui transportamos vidas damos ao cidadão o direito constitucional de ir e vir, essa é a nossa missão. 
     Queremos que vossa senhoria olhe com bastante carinho os servidores que estão lotados na “GEOPE” Gerência de Operações, esses servidores literalmente carregam a empresa nas costas sem desmerecer os demais servidores, somos nós do tráfego que estamos na linha de frente com os nossos clientes. 
     Senhor presidente esses servidores são o nosso cartão de visita da nossa empresa, por isso peço a vossa senhoria que olhe para esses servidores com carinho. Somos nós que enfrentamos os engarrafamentos constantes, o barulho incessante da nossa rodoviária, nós não temos ponto facultativo, na maioria dos feriados estamos na lida e que damos todas as informações aos nossos clientes e das demais empresas de transporte coletivo da nossa cidade.
     Queremos ter com vossa Senhoria um canal aberto mensal para tratarmos de assuntos que possam colaborar com as melhorias e qualidade do transporte dos nossos clientes e servidores, sempre acreditamos que o diálogo é o melhor caminho. Quando há diálogo com certeza os dois lados sai ganhando, tanto os servidores, assim como a empresa e todos os nossos clientes, que é a razão principal do nosso ramo, que é transportar vidas.
         Senhor presidente sabemos que a última gestão, o governo não fez um bom governo, governo esse que foi totalmente reprovado pelas urnas em todos os sentidos. Na TCB não foi diferente os nossos carros novosarrow-10x10.png já estão em sua maioria sucateados, é visível a falta de manutenção, esperamos de vossa senhoria que invista nos dois lados, tanto na empresa como em seus servidores corrigindo as distorções salariais vigentes, elevando todos para uma só referência a 20 e criar um novo PCS, mais participativo, mais justo, mais humano, e mais igualitário.
     Uma empresa que se preza não pode esquecer de investir no seu servidor, o servidor que faz a máquina girar, não sei se vossa senhoria sabe que a 2ª profissão mais estressante é de motorista, a 1ª é a do policial, esse foi um dos temas do Globo Reporte exibido no mês de agosto de 2010. 
         Acreditamos que nesta nova gestão o servidor em si seja mais valorizado, estamos precisando com urgência de um assistente social, de uma psicóloga, de um médico do trabalho tem servidores aqui precisando de ajuda, queremos ter um lado mais humano na empresa, o servidor não é uma máquina, mas também precisa de reparos; assim como os nossos carros.
         Desejamos quando vossa senhoria for escolher as pessoas que irão compor a nova administração tenha uma nova mentalidade, pois o servidor público tem que governar com a Constituição, com a Lei Orgânica do seu Estado e se for Municipal com a Lei Orgânica do seu Município e por último com pesquisa para saber o que o seu servidor realmente precisa e quer, hoje nós estamos procurando qualidade de vida, o servidor em primeiro lugar.
         Digo a vossa senhoria que não é só na administração que tem pessoas capazes, na GEOPE com certeza o senhor irá encontrar servidores também capazes entre motorista, cobradores, manutenção, caixas, fiscais e demais funções. O que não queremos mais é a repetição do mesmo, o poder tem que ser efêmero tem que ser trocado de mãos em cada nova eleição. 

     Não é justo que algumas pessoas que estão no poder na TCB, por muitas gestões, já viraram literalmente autocratas (déspotas), isso não é mais admissível numa sociedade democrata, temos ciência que alguns são servidores de carreira da empresa, mas a empresa tem outros valorosos servidores, que é pau pra qualquer obra. Quando o interesse pessoal interfere nas relações com certeza não faz parte da democracia, a democracia é um poder efêmero, e não a repetição do mesmo, dos mesmos marasmos.
     Senhor presidente precisamos com urgência de sermos tratados como servidores públicos que somos, pois essa condição nos foi dada em 01/01/11, não é mais admissível sermos chamados por um número, especialmente motoristas e cobradores, nós não temos um nome e sim um número, uma chapa.  A TCB é uma empresa só, numa empresa não pode haver um apartheid, os benefícios têm que ser iguais para todos.
         Desejamos a vossa senhoria uma boa gestão à frente da nossa querida TCB, a vossa senhoria com certeza irá vestir literalmente a nossa camisa vai jogar até no golarrow-10x10.png se preciso for. Mais que renovar, é preciso, pois toda atitude pra mudar, faz toda a diferença.

 
José Aprígio da Silva.
 
_________________________
 
Matrícula – 53.338-6
 
     Brasília/DF, 16 de Janeiro de 2015.
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Enviado por JOSÉ APRÍGIO DA SILVA em 16/01/2015
Reeditado em 16/01/2015
Código do texto: T5103682
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 61 anos
1920 textos (183091 leituras)
1 áudios (52 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/04/21 14:11)
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA