Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAMOS AJUDAR NOSSOS POLÍTICOS!

Não tenho a mínima intenção de ser analista social. Mas como antes de haver política a honestidade tem que ser um atributo natural de um povo, só aprenderemos isso com bons exemplos de nossos líderes.
VAMOS AJUDAR NOSSOS POLÍTICOS!
“A injustiça perfeita, tanto no Estado como nos indivíduos, tem efeitos funestos para ambos.”
“O justo será despido de tudo, menos de sua justiça.”
“O injusto que aparenta justiça granjeará toda sorte de prosperidade.”
A REPÚBLICA – PLATÃO(429-347 A.C.)

Antes de qualquer ideologia, uma sociedade deve ser justa com todos. Como em nosso país está comprovado que os interesses materiais e financeiros estão muito acima do posicionamento ideológico, urge criar um novo ramo de Direito. Sugiro a criação do Direito Corrupcional.
Um cidadão ou cidadã que decide seguir a carreira política julga-se possuidor de  todos os pré-requisitos necessários que seus possíveis eleitores e a posição que irá conquistar exigem. Quem vota em um candidato conta que a atuação do mesmo será a mais perfeita, que tomará as atitudes que não deixarão dúvidas sobre seu compromisso com quem votou nele. Por sua vez a carreira política traz em sua essência a necessidade de conhecer perfeitamente o cargo que ocupará, e de se obrigar a atender  as necessidades da sociedade.
Pensei muito nisso que está escrito acima e cheguei a conclusão que precisamos ajudar nossos políticos. Temos que fazer  ver a eles que escolheram a carreira errada, que todos fracassaram nessa tentativa de atuar na política. E que tenham uma nova oportunidade, após correções de comportamento. É fundamental que atuemos nessas correções. Muito mais que punição, somos obrigados a proporcionar aos que tentaram nos representar uma sincera, séria e generosa ajuda. É uma questão de humanidade. Em momento algum podemos ser levados por sentimentos de vingança. Mas como todo mal deve ser refeito, temos a obrigação e o direito de não só conduzi-los ao correto posicionamento dentro de uma sociedade que tanto acreditou nos candidatos, como nos pagarem de modo que os danos materiais e morais sejam devolvidos aos brasileiros. Então, em minha opinião, o roteiro abaixo deve ser seguido.
A- Afastamento de suas funções: Na suspeição de haver incompetência, ou comportamento inadequado ou criminoso, o elemento será afastado das atividades para quais foi eleito. Nessa fase não será substituído por ninguém. Caso inocente, retorna às suas atividades.
B- Comprovada a culpabilidade: Banimento definitivo da política brasileira e proibição de ocupar qualquer função, elegível ou não, em qualquer serviço público ou de economia mista. Caso esta comprovação se dê antes de metade do mandato, deverá ser substituído pelo candidato não empossado com o maior número de votos, independente de partido. A exemplo de Collor, esse banimento definitivo é fundamental.
C- Confisco de Bens: Antes de qualquer medida, confisco imediato de todos os bens e valores e garantir ao apenado somente um salário mínimo enquanto cumprir a pena independente de quantos dependentes tenha. Todos os bens confiscados serão empregados em obras sociais, sem assistencialismo.
D- Ajuste de conduta: Julgamento público levando-se em conta os prejuízos sociais causados pelos valores que foram desviados, que poderiam ser utilizados em hospitais, escolas, centros comunitários, etc. Cumprimento das penas em regime fechado, sem visitas íntimas e banhos de sol. Penas de acordo com a realidade da vida humana, mas que sejam cumpridas. Nada resolve condenar um cara a 80 ou mais anos, é uma palhaçada.
E- Recuperação Moral: Deve ser dado ao condenado o direito de se recuperar moralmente de seus delitos com trabalhos braçais pesados, de modo que o mesmo aprenda o valor de uma atividade decente, e que ele pague sua estadia na prisão.
Independente de tudo nós, como um povo solidário, temos a obrigação moral de colaborar para a melhoria contínua de nossos políticos.
Paulo Miorim
02/05/2018
Paulo Miorim
Enviado por Paulo Miorim em 02/05/2018
Código do texto: T6325031
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Miorim
Santos - São Paulo - Brasil
157 textos (2738 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/18 11:37)
Paulo Miorim