Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Destruir é prejudicar o maior patrimônio verde do Brasil.

Agradecido,Logo que puder , retornarei.

Fique com Deus. Jesus te ama e eu também.

Peça a Mãe de Jesus, atenderá então Jesus a você.

Tenha fé na vida, em você  e em Deus.Seu amigo.

 prof. João Bosco

__________

Amazônia: garimpos jogam ‘uma Brumadinho’ a cada 20 meses no Tapajós


Retrocesso sem volta - Divulguem

Amazônia: garimpos jogam ‘uma Brumadinho’ a cada 20 meses no Tapajós


Apenas no território Yanomami são mais de 10 mil garimpeiros cavando a floresta

Já faz alguns anos que a Amazônia passa por mais uma corrida do ouro, só que desta vez “moderna”, como dizem os locais pró-garimpo. Não pelas preocupações socioambientais crescentes, mas pelo uso de máquinas que substituem parte daquele formigueiro de gente que víamos no passado por um formigueiro mecanizado. São os chamados “PCs”, retroescavadeiras hidráulicas que avançam de forma insana e avassaladora abrindo crateras sobre a floresta.

No mais, os garimpos continuam como nos tempos do Velho Oeste, mercuriais e febris por ouro, com governos coniventes, leis próprias, sempre em nome do desenvolvimento como única alternativa para sobreviv

____

No mais, os garimpos continuam como nos tempos do Velho Oeste, mercuriais e febris por ouro, com governos coniventes, leis próprias, sempre em nome do desenvolvimento como única alternativa para sobrevivência econômica, pouco importando se estão em áreas proibidas como terras indígenas (TIs) ou unidades de conservação (UCs).

Só no território Yanomami são mais de 10 mil garimpeiros cavando a floresta, assoreando rios, contaminando águas, corrompendo indígenas, chamando violência, prostituição, armas e drogas.

________

Já na bacia do Tapajós, vindos dos garimpos ilegais dentro das Flonas (Florestas Nacionais) e Terras Munduruku, são despejados por ano mais de 7 milhões de toneladas de sedimentos – o equivalente a um Brumadinho a cada 20 meses.

O mercúrio é um desses rejeitos. Ele é metilado no fundo dos rios, quando então pode ser dissolvido nas células dos peixes que vão alimentar as pessoas. Segundo o Dr. Erik Jennings, médico neurologista que atua no Tapajós, existem vários estudos que apontam níveis mercuriais bastante altos nos índios Munduruku (medidos através do cabelo).

O ouro continua falando mais alto do que a fiscalização e a punição. Anos e anos de exploração tornaram os municípios dourados reféns de uma economia movida por práticas predatórias e pela “livre negociação armada”, onde o garimpo elege e governa, em todas as esferas.

Resumo de uma longa matéria da Carta Capital.


Em qua, 5 de jun de 2019 às 10:44, Messias Neto netomessias139@gmail.com> escreveu:

> DIA DO MEIO AMBIENTE 5 DE JUNHO
Em fevereiro, Salles (ministro MMA) demitiu de uma só vez 21 superintendentes estaduais. Dos 27 estados, incluindo o Distrito Federal, apenas Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo têm coordenação para operações estratégicas.

Desde janeiro, o Ibama registrou o menor número de multas de desmatamento na Amazônia dos últimos quatro anos – uma queda de 34% entre janeiro e maio em comparação com o mesmo período de 2018. O ICMBio não realizou nenhuma operação em abril.

Somente nos primeiros quinze dias de maio, foram desmatados 6.880 hectares de mata – uma média de 19 hectares por hora, ou o sumiço de 7 mil campos de futebol. Para, Mato Grosso, Amazonas e Roraima lidaram a lista da motosserra.  De acordo com o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), as florestas degradadas na Amazônia Legal somaram 102 quiilômetros quadrados em abril de 2019, em comparação a 8 quilômetros quadrados em abril de 2018.



A Noruega e a Alemanha, principais financiadores da preservação, apresentaram pareceres negativos sobre as intenções de Salles.

PERSEGUIÇÕES

Foram questionadas certas arbitrariedades nessa gestão de Salles. O fiscal que multou Jair Bolsonaro por pesca ilegal foi exonerado do cargo. O ministro informou “questões administrativas” para mudar a função do funcionário.

A Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Especialista em Meio Ambiente e do PECMA (Ascema Nacional), que representa os funcionários da área ambiental federal, denunciou em abril perseguições ideológicas por parte da gestão.

Eles citam como funcionários do ICMBio foram intimidados por Salles quando ele, insatisfeito com a ausência dos servidores em um evento. Funcionários alegaram não terem sido convidados, mas o ministro determinou a abertura de um processo administrativo contra todos. A medida fez com que o até então presidente do ICMBio, Adalberto Eberhard, se demitisse.

Fonte: Carta Capital
______
J B Pereira e Amazônia: garimpos jogam ‘uma Brumadinho’ a cada 20 meses no Tapajós
Enviado por J B Pereira em 09/06/2019
Código do texto: T6668410
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2269 textos (1220721 leituras)
14 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 06:11)
J B Pereira