Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

.O Ciclo se Fecha, e Outro se Inicia.'. Parte 2

.O Ciclo se Fecha, e Outro se Inicia.'.
  .
.   .
Parte 2. PLUTÃO.
.   .
  .
O mundo não será mais o mesmo a partir deste grande evento chamado COVID-19. A todo momento há mudanças, a todo momento há transformações, mortes e revoluções; nesse evento global que estamos passando pode ser considerado como o pico das mudanças, transformações e mortes que há a todo momento. Com o auge dessas situações, o pós pico trará uma nova óptica de perceber a Realidade.
Plutão é uma das Facetas do Deus Pai, assim como Saturno e Júpiter que foi citado na primeira parte. Talvez podemos chamar Plutão de "Tio", já que ele é "filho" de Saturno.
Saturno para a Mitologia Romana, é o Deus do Tempo, sendo Cronos na mitologia Grega; Plutão é o nome dado ao Rei do Submundo/Inferno/Infra-mundo/Mundo-Inferior na Mitologia Romana, e Hades na Grega.
Como Deus do Submundo, na simbologia ele está equiparado  a Faceta oculta de nossa Psiquê, a faceta de nosso Eu que domina, é Rei em nosso Mundo interno, ou Submundo, o Mundo por baixo, por trás do Mundo médio ou Mundo externo; Tudo o que é interno é Regido por Plutão-Hades-Satã. Tudo o que está no Solo, que provém d'baixo da Terra é "propriedade" de Hades, riquezas em nome de Hades, o Senhor da Terra, consequentemente Submundo; inclusive é referência a Omulu no Yorubá. Plutão fala de nossas Doenças físicas ou psíquicas, e por estar relacionado as Doenças, é através dessa ação que identificamos o que tem de ser Curado, melhorado.
 Por representar o Deus do Interior, do submundo, a Simbologia-Arquétipo que a nossa atual situação individual-coletiva trás, é de que ao sermos OBRIGADOS a parar de andar, se interiorizar e refletir sobre nós mesmos, parar no Tempo (Saturno) e voltar para dentro (Plutão), essa Faceta se torna completamente evidente e influenciadora nessa fase de nossas Vidas, a energia Saturnina e Plutoniana afloram no mundo como um todo, e ambos os Deuses estão nos forçando a fazer o que estivemos relutando por tempos e tempos ( Saturno ), que é voltar para dentro de nós mesmo, e começar a navegar em nosso mundo interior ( Plutão ) e rever todos os nossos segredos, medos, receios, traumas, sonhos, qualidades, desejos, todas as impressões calcadas em nossa Mente, escavar nossa Terra Individual e começar a estudar as riquezas que existem em nós; TODAS MESMO. É claro que nem tudo será descoberto, percebido por nós, porém é de obrigação perceber o máximo possível de riquezas dentro de nós mesmos; pois como ambos os Deuses representam a passagem, a morte, destruição e renovação, morreremos psicologicamente ou fisicamente, e o que nos espera na próxima fase dependerá da nossa fase anterior. Essa fase é similar a diversas outras anteriores de Guerra, Crises, colapsos, rupturas internas e consequentemente externas, uma andando lado a lado com a outra. Assim como Saturno, Plutão poderia ser equiparado em partes simbólicas com Satã, pois ele se torna de certa forma um Inimigo, um adversário para nossas crenças atuais sejam quais forem, e Satã nos força a ir contra as nossas crenças e convicções, repensando sempre que necessário sobre o que somos e fazemos. Plutão nos obriga a morrer. Antes Saturno está nos obrigando a ir em direção a interiorização, reclusão, até chegar ao Deus da Morte. Por exemplo, os seres quando estão em seus dias finais, eles se afastam, interiorizam, ficam totalmente reclusos. quando estão prestes a morrer fisicamente ou psicologicamente, é essa a expressão dos animais e humanos.
 Saturno nos levando para a Morte interna e externa de Plutão, somos obrigados a morrer internamente ou dependendo externamente, para podermos Viver, Renascer. Mas isso não significa que possa ser benéfico, pode também ser maléfico, pois podemos morrer e renascer "piores" que antes, mais acorrentados ainda, mais presos ainda. A faca é de Dois gumes. E os Deuses como são aspectos de pontos específicos do Cosmos/Todo/Natureza/Deus, ele é bem, é mal também, é justo e injusto/punitivo, dá o que se merece, é imparcial e objetivo. Então o que vamos encontrar dentro de nós pode e também será ambos os lados, encontraremos coisas boas e ruins, belas e tenebrosas.
Mas uma coisa é certeira, Plutão nos mata para renascermos como uma nova pessoa/ser, independente do que você encontrará e colherá, tu estará de uma forma diferente de antes, numa outra fase, seja nova ou teoricamente repetida, mesmo que tu esteja nadando em água cristalina e de repente vem lodo, ou mesmo nadando em lodo e chega a água cristalina, o estado físico continuará sendo líquido, ou seja? Mesmo que seja uma mudança pra melhor ou pior, boa ou ruim para ti no seu ponto de vista, você mudará para algo que é VOCÊ de qualquer forma. Você estará manifestando só mais uma faceta, uma parte de sua Psiquê, e a morte simbólica representa isso, mudança, transformação. A transformação sempre é plena, total, e não parcial como Saturno, com Plutão é da água pro vinho digamos, no sentido de quando se percebe mudado, pode chegar a estranhar o que se tornou, pela mudança ser tão forte e profunda.
 Essa oportunidade que Saturno e Plutão estão nos dando, é para que possamos renascer como o Sol, é entender mais de nós mesmos, refletir sobre partes nunca conhecidas antes em nosso interior, é também amadurecer nossas escolhas e atitudes, é nos transformarmos para aquilo que gostaríamos ( ou não ). Fomos obrigados a parar, limitados, e dar um tempo ( Saturno ) em nossas atividades do cotidiano para nos afastarmos do externo, voltando para nosso interior e com isso perceber o que queremos mudar ( Plutão ). Plutão é considerado também um "Planeta Anão intruso", que veio para auxiliar os navegadores cósmicos a passar para a próxima fase existencial, psíquica. Assim como Saturno é o limite de nossa individualidade, o porteiro para o mundo além dele, Plutão também o é, mas para chegar a Plutão primeiro passamos pela porta de Saturno, para então TALVEZ conseguirmos passar pela próxima Porta que é Plutão, e ascender as existências "além". Mas aviso, essa oportunidade de mudança não é sinônimo de sucesso, de plenitude e conclusão, pode ser o oposto também, e isso dependerá exclusivamente de quem ele está dialogando, quem esses Deuses estão se relacionando, pois todos nós estamos "conversando" com Saturno e Plutão, e o retorno do que emitimos a eles será consequência do que somos, resumidamente posso dizer que o resultado dessa mudança estará de acordo com quem Tu ÉS no agora.
Escorpião é o Signo-Gênio-Arquétipo regido pelo Astro Plutão e considerado regido por Marte também, e este signo representa a guerra, a destruição e conquista, morte e transformação/renascimento, é a limpeza necessária para outra coisa ocupar o lugar. Esse é o segundo signo de Água e, por isso, tem forte interesse pela natureza psicoemocional, que leva a buscar um incessante autoconhecimento, assim como a busca por decifrar enigmas, mistérios e segredos do ser humano e da existência. Por serem regidos pelo Deus do Impulso do Intenso, da força e profundidade, acabam sendo gênios de completa intensidade, seja para um lado ou outro, e isso está explícito no elemento que são regidos, a água, mar, lagoa, Mar Cósmico, profundezas e imensidão. Escorpião está associado às grandes riquezas também, e a percepção profunda das coisas. Dotado de muita intuição, por ser um signo de interior, inconsciente, ele é antenado automaticamente aos conhecimentos que pertencem ao mundo das profundezas e das sombras/oculto, por estar presente no mundo subterrâneo, é dominante como Trevas, inferno, submundo, inconsciente e etc. Daí que podemos associar ao momento que estamos passando, Saturno e Plutão estão dando um puxão de orelha forte na Humanidade, pois tudo citado aqui já era proposto para nós, porém de forma preguiçosa e procrastinação, fomos deixando pra lá, empurrando com a barriga, colocando mais e mais fundo dentro de nós, enterrando mais e mais, até que chegamos em 2020 e não existe mais pedidos de repensar nossas ações e nossos seres, agora é tudo ou nada, só dependerá de nosso merecimento.
Como símbolo da doença e cura, veneno e antídoto, morte e renascimento, é essa a energia que nos é dada para atravessar o portal para o ciclo que está chegando, se tomaremos a doença ou cura, se beberemos veneno ou antídoto, se vamos morrer ou renascer/viver novamente dependerá de nós mesmos.
  .
.   .
Parte dois Finalizada.
.   .
  .
Allan Martinus
Enviado por Allan Martinus em 23/03/2020
Código do texto: T6894590
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Allan Martinus
Maricá - Rio de Janeiro - Brasil, 22 anos
24 textos (504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/03/20 21:31)
Allan Martinus