Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobre culpar a vítima.

Qual o comentário clássico quando uma mulher é morta por feminicidio ou estuprada? Ou os filhos se tornam vítima? Qual é? Olha com quem você se relaciona. Mas vamos aos fatos:
Esta frase está culpando a vítima. Não tem como saber quem são as pessoas antes que elas cometam crimes. Mesmo pessoas más muitas e muitas vezes não têm passagem pela polícia. As famílias e as ex companheiras em geral não contam como a pessoa é por medo. E tem mais. Como nossa sociedade é patriarcal e machista os homens estão autorizados a fazer isso. Raramente são pegos ou presos ou mantidos presos. A justiça solta. A ficha deles permanece limpa. Só quando acontece dentro da casa da gente que entendemos o quanto é difícil. Pode acontecer com qualquer uma de nós. Inclusive com o pai dos nossos filhos. A saída é educar para uma sociedade sem machismo. NÃO existe outra saída. Deixe seu filho brincar de boneca e expressar emoções e gostar de arte. Pare de falar mal dos homossexuais. Eduque sua filha para dizer não, para ser auto suficiente. Daí a gente conversa sobre de quem é a culpa. Que é sempre do agressor obviamente. Isso que dizer que não devemos nos cuidar? Responda óbvia de novo: sim, devemos nos cuidar e dos nossos filhos. Mais do que nunca. Mas o que não é possível é o que? Impossível.
Juliana Mendes Bueno Artemis Lua Crescente
Enviado por Juliana Mendes Bueno Artemis Lua Crescente em 29/12/2020
Código do texto: T7146993
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Juliana Mendes Bueno Artemis Lua Crescente
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 41 anos
189 textos (4956 leituras)
1 e-livros (23 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/21 13:58)
Juliana Mendes Bueno Artemis Lua Crescente