Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LIBERDADE SENTIDA//SINTO A LIBERDADE


É quando sentimos
que podemos voar,
Eu:
Vôo em busca da liberdade
Sentindo tal possibilidade
seja nos pensamentos, ou
nadando nas águas do mar.
Eu:
Abro meus pensamentos ao ar
Solto minhas amarras no mar
Seja no sorriso de uma criança, ou
a cabeça recostada
no teu ombro a sonhar.
Eu:
Sirvo um riso inocente
Ofereço amor contente


Ingridlein//Denise Severgnini


A LIBERDADE FEZ-SE MAIS SENTIDA...


LIBERDADE SENTIDA//SINTO A LIBERDADE///SOU LIBERTA

É quando sentimos
que podemos voar,
Eu:
Vôo em busca da liberdade
Sentindo tal possibilidade,
*pois sendo a filha do vento
*me permito voar no firmamento,
seja nos pensamentos, ou
nadando nas águas do mar.
Eu:
Abro meus pensamentos ao ar
Solto minhas amarras no mar
*e me ponho leve a sonhar
*o que o sono soube aninhar.
Seja no sorriso de uma criança, ou
a cabeça recostada
no teu ombro a sonhar.
Eu:
Sirvo um riso inocente
Ofereço amor contente
*Sinto quentes e reais as asas
*desta escalada livre bendita!

Ingridlein//Denise Severgnini ///Inês Marucci

Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 14/05/2006
Reeditado em 14/05/2006
Código do texto: T155866


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (954712 leituras)
16 áudios (8943 audições)
311 e-livros (34608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/03/21 14:29)
Denise Severgnini