Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SUAVE FRAGRÂNCIA e PINCEL E PENA

UM BELÍSSIMO POEMA QUE O GRANDE POETA SANDER LEE ENVIOU AOS SEUS AMIGOS, E QUE OUSEI REPLICAR

SUAVE FRAGRÂNCIA

Onde se encontram os rios
Eu estou lá assuntando
Ando sempre perguntando
Pra me livrar dos estios
O sorriso dos meus tios
Faz- me lembrar da infância
Eu sei que a discrepância
Faz parte do existir
Quero chorar ou sorrir
Mas em suave fragrância

Visitei a tua rua
E fiquei sob o sombreiro
Quebrei o meu mealheiro
Para te dar uma lua
Todo o meu rio conflua
Para o perfume das flores
Ando a correr dessas dores
Estéreis que o mundo tem
Pois ao poeta convém
Ser um amante das cores

Pago pelo teu sorriso
O preço de um orvalho
Se com meus olhos espalho
O meu cantar é conciso
Mas para viver preciso
Dos raios deste teu sol
Vou andar no arrebol
Pintar teu céu de amarelo
Tenho ângulo singelo
Se olhar de cima o atol (Sander Lee)

Olá, grande vate Sander. Empolgado pela beleza do poema "SUAVE FRAGRÂNCIA", deliberei furtar-lhe dois versos da 2ª estrofe, os quais tomei como mote para exaltar a relação do artista literário e sua arte com a arte plástica (o que eles - os versos - já sugerem), e que dei o título que aí vês.

PINCEL E PENA
 
A tinta, o pincel, a tela
O sentimento no ar,
O senso a canalizar
As formas da Arte Bela
Que assomam sem querela
Ao mundo dos criadores
Em proposta de sabores
Sejam daqui ou d’além;
Pois ao poeta convém
Ser um amante das cores.

Amar a vida a fundo
Pela arte de Tarsila
É cadência que burila
A tela, e faz o mundo;
É sentimento fecundo
Que traz aos lábios louvores
E subtrai muitas dores
Que do viver advêm;
Pois ao poeta convém
Ser um amante das cores.

O poeta se contorce
Entre as brumas da vida
Pintando em sua lida
A tela que lhe reforce
A alma, que tanto torce
Por um mundo de mais flores,
Reflexo de mais amores
Que da aquarela obtém;
Pois ao poeta convém
Ser um amante das cores. (Antonio Leal)

Minha gratidão ao fino poeta Sander Lee, por oportunizar este belo duo


Antonio Leal
Enviado por Antonio Leal em 19/06/2009
Reeditado em 19/06/2009
Código do texto: T1657389

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Antonio Leal
Lorena - São Paulo - Brasil, 55 anos
146 textos (5763 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 02:25)
Antonio Leal