Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Divagando contigo...

DIVAGANDO CONTIGO...
 Guida Linhares


Talvez houvesse solução...
Se o ser humano simplificasse a vida
se não buscasse tanto o TER
e se importasse mais em SER.

Se ao nascer de cada dia,
elevasse o pensamento ao seu Deus
e nele depositasse a confiança
e a alegria por mais uma oportunidade
de servir e de viver.

Talvez houvesse solução...
se toda a sociedade estivesse irmanada,
a partir de uma escala de valores,
em que os que estão acima
se preocupassem com os que estão abaixo.

Se aqueles que ocupam cargos de poder,
realmente estivessem voltados
para fazer de suas posições,
instrumentos de transformação,
fazendo valer a justiça e equidade social.

As crises sempre houveram
desde que o mundo foi criado e
se elas são causas de dificuldades,
também podem ser recursos valiosos
para que mudanças benéficas aconteçam.

No mundo em que vivemos,
com uma espantosa velocidade,
criam-se espaços desesperadores,
para aqueles que ainda engatinham
em suas incertezas e falta de oportunidades.

Assim movimenta-se a humanidade,
para o desânimo de muitos e esperança de poucos,
que acima de tudo, procuram fazer do hoje,
algo útil e proveitoso,
pois nem tudo está perdido.
Ainda resta o idealismo do ser humano.

Santos/SP
06/03/07

Em resposta ao poema da querida amiga poetisa Marly Caldas

Poema demagogo
Marly Caldas
 
 
Se todos os dias uma flor nasce
Se todos as manhãs o sol aparece
Se todos as noites uma estrela brilha
Porque perder a esperança?
Mas eu estou perdendo
Considero esse poema pura demagogia
Como muitos que leio todo  dia
Minha inspiração está se esvaindo
Estou perdendo a crença
Não sei mais como lutar
Não sei mais em quem acreditar
Só vejo um mundo imundo
Que ninguém quer endireitar
Pois se cada um de nós
Agisse em vez de falar
Agisse com bondade, Solidariedade,
honestidade E humildade
Colocasse a razão atrás do coração
Talvez houvesse solução....
 
****

Mas eu te pergunto. Como podemos "conceber" um novo mundo, se as oportunidades da vida, não existem mais?
Tudo parece um jogo. Em que espaço criaremos novas concepções para uma vida melhor?

Meu caro Condor Azul

     Boa pergunta, mas penso que podemos fazer algo, a partir de nós ou ainda do local onde vivemos. "Conceber" um novo mundo, realmente é dificil porque tudo se desenvolve através de processos baseados em algum modelo. O que vemos atualmente é fruto do capitalismo selvagem nascido através das grandes potências e o Brasil ainda é um quintal, onde as oportunidades acontecem para alguns, mas não para a grande maioria da população, que vive despida dos direitos básicos de sobrevivência e tudo o mais, amargando um salário mísero de trezentos e cinquenta reais, enquanto os nossos representantes legislativos e executivos dormem relaxados em berços explendidamente ricos. Tudo é um jogo de poder, que afeta o bolso da classe média pra baixo, já que a classe alta sempre vai estar acima do bem e do mal, acima "da linha do Equador".
Quanto a se criar espaços, talvez se a educação melhorasse em todos os sentidos, ou se os meios de comunicação também se preocupassem com a qualidade de seus textos ou programas, poderia haver uma maior conscientização das pessoas, porque o que se ve hoje em dia é a banalização de valores, que levam jovens e adultos a se sentirem cada vez mais desestimulados a lutar por aquilo que realmente desejam para si mesmos. Penso que vc faz a tua parte, quando trabalhas e escreves, tendo um projeto de divulgar a tua obra, assim como eu tb tenho alguns objetivos de vida. Podemos ser impotentes para solucionar os grandes problemas que vemos a todo momento despontar nos noticiários, mas Deus nos dotou de inteligência suficiente para fazermos da nossa vida, um livro bem escrito, ainda que a ferro e fogo, suor e lágrimas, além do entusiasmo e alegria. Bem...acho que divaguei demais da conta. Uma boa noite. Beijos, Guida
 




Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 06/03/2007
Reeditado em 06/03/2007
Código do texto: T403016
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 73 anos
2147 textos (175505 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 11:54)
Guida Linhares

Site do Escritor