Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ele, Apollo [Para Lucas]

Não é a rima, é a graciosidade
Nem mesmo o estilo, mas a sensibilidade
Dessa paixão linda, expressa em desejos
Plenos ensejos
Do meu inverno frio, tão quente
por teus cortejos.

É valsa, rock... Talvez Totó...
Danço louca, tango sem dó
Em ré maior, que componho pra ti
Meu louco, desvairado poeta em si!
Eu estava no centro, agora me perdi!

Quando seguras a caneta e me deslizas
Todos loucos sonhos tu realizas
Me deixando em tremor, despida
Em prazer, muito desvalida!

Tenha compaixão, dessa alma tão sentida
D'amores muito abatida
Mas que pra ti, qual Fênix, revigora
Loucamente, se entrega inteira agora.

Deus grego da poesia e harmonia,
esse Apollo me seduz
Canta, versa e reluz
Todo furor sedento
Que perco até meu assento
E o assunto? Só sorrio...
Quando teu molejo me molda como rio!

O meu pensamento se funda
No teu encanto que me afunda
Num turbilhão...
Pura sensação
Do pecado mais delicioso
Que cometo em momento ocioso!

Pra ti, razão do meu rimar
Não quero senão amar
A vastidão do teu mar 
Para que eu possa um dia
Quem sabe?
Inteira me ACABAR!

______GyPoetry
Gisely Poetry e Lucas Moroni
Enviado por Gisely Poetry em 02/07/2019
Reeditado em 02/07/2019
Código do texto: T6686635
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Gisely Poetry
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 39 anos
631 textos (20696 leituras)
2 áudios (161 audições)
4 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/19 03:17)
Gisely Poetry